André Ventura, Cheganos Oficiais, Nuno Afonso

Nuno Afonso: O líder da Oposição Interna não se revê nas atitudes do partido “Está com a liderança à deriva”

Pois é, ainda bem para os opositores externos do Chega que Nuno Afonso não é líder do partido de extrema-direita, pois mostrou ser em quase tudo diferente de André Ventura, e percebe-se bem porque é que o ex-comentador do CMTV o afastou.
O vereador do Chega em Sintra e militante Nº 2, que foi exonerado esta semana do cargo de Chefe de Gabinete de Assessores (confessou que abdicou de um vencimento de 4500 euros pelos seus valores e princípios), esteve hoje na SIC Notícias, onde afirmou que não está incondicionalmente com André Ventura, que o partido está com a liderança à deriva: “Está a ser liderado de uma forma quase totalista, quem pensa de uma forma diferente é chamado de rato”, e que há uma crise ideológica no partido de extrema-direita.
O ex-vice-presidente do Chega disse ainda que não se revê num partido que se diz anti-sistema e depois vai enviar cartas para o PSD a tentar coligações: “Numa tentativa de chegar ao poder a qualquer custo”.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Vários fundadores, conselheiros e dirigentes do Chega não tiveram “medo” e reagiram à exoneração de Nuno Afonso

André Ventura demitiu de chefe de gabinete de assessores o fundador do partido Nuno Afonso (militante Nº2)

A grande vitória autárquica do Chega foi adiada para o próximo ano: “Justificativas são no mínimo lamentáveis”

Partilhe

Leave a Reply