Basílio Horta, Cheganos Oficiais, Nuno Afonso

A grande vitória autárquica do Chega foi adiada para o próximo ano: “Justificativas são no mínimo lamentáveis”

A grande vitória autárquica do Chega foi adiada para o próximo ano! Com os votos favoráveis do Chega, PSD e CDS, e a abstenção do PS (Presidente da Câmara é Basílio Horta, fundador do CDS) e o voto contra do PCP, foi aprovado no inicio de setembro uma celebração solene do 25 de Novembro de 1975 em Sintra, no entanto agora a cerimónia foi adiada para 2022. O Chega Sintra escreveu hoje na sua página:

Tendo o executivo da Câmara Municipal de Sintra aprovado uma proposta do CHEGA para se comemorar solenemente o 25 de Novembro, verifica-se o adiamento desta comemoração para o próximo ano, invocando falta de meios e tempo para a sua preparação e consequente execução.
Tais justificativas são no mínimo lamentáveis, até porque se tal dificuldade existisse, com certeza que a deslocação do Sr. Presidente da CMS à unidade de COMANDOS localizada em Sintra seria com certeza de possível concretização, onde junto dos inerentes comandos militares daria testemunho da solidariedade do Município de Sintra para os militares que nesta data com coragem e bravura garantiram a consolidação de um regime democrático em Portugal.
O CHEGA não esquece nem nunca esquecerá esta data, que tanto significado tem para todos os que lutarem no passado e no presente pelos verdadeiros valores do pluralismo democrático, num combate pela verdade, justiça e liberdade de expressão.
Como outros afirmam e nós completamos… 25 de Abril e 25 de Novembro SEMPRE!

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Lista A excluída: Termos de Aceitação vs Assinaturas falsas? Problema de Polícia! Sintra? Métodos do PNR?

Guilherme Leite acusa o candidato do Chega a Sintra de desonestidade intelectual e de só querer Tacho

Lista A por Lisboa confirma recurso ao Tribunal e o Pedido de Providência Cautelar! Militante diz que a sua assinatura foi falsificada

Partilhe

Leave a Reply