André Ventura, Cheganos Oficiais, Sónia Cardoso

Ex-líder do Chega em Vizela já prepara Lista “Ele será capaz de trair um país inteiro”

Sónia Cardoso, que assumiu a liderança do Núcleo de Vizela do Chega em abril de 2020, bateu com a porta depois da Convenção Nacional “ilegal”, em setembro de 2020, e oficializou a sua desvinculação em inícios de dezembro, após novas eleições para a Distrital de Braga.
A vizelense já reagiu à decisão do Tribunal Constitucional de não validar o Congresso de Évora e à marcação por parte de André Ventura de Diretas e de um Congresso Extraordinário, e já prepara uma lista, que promete divulgar em breve aos militantes e à comunicação social.
Sónia Cardoso marcou presença na Convenção Nacional “ilegal” que decorreu em Évora, no fim de semana de 19 e 20 de setembro, e foi esse o seu ponto de viragem. Em declarações à Rádio Vizela, em janeiro, disse:

Houve um pedido de André Ventura para ajudar a limpar o partido num almoço em Lisboa, onde estiveram presentes sete presidentes das Distritais e na Convenção aconteceu tudo ao contrário. O que senti é que se ele é capaz de trair as pessoas de confiança dele, ele será capaz de trair um país inteiro.
É muito bom na Assembleia da República para discursar mas internamente o partido está quebrado. Todos os dias há problemas e militantes a caírem. A lei da rolha veio mostrar exatamente o que é [André Ventura]. Uma pessoa que não é capaz de ouvir um não. Faz birra. Quando ouviu um não uma segunda vez [na Convenção], fez um teatro descomunal.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

André Ventura apresenta mais uma vez a Demissão e Recandidatura! Marca Diretas e Congresso

Bárbara Lopes foi eleita pelo Chega para a Assembleia de Braga! É filha da Vice e de suspeito de Tráfico de Armas

Militante do Chega afirma ser vítima de Xenofobia por parte de dirigentes da Distrital de Braga

Partilhe

Leave a Reply