Cheganos Oficiais, Vítor Manuel Franco Ramalho

Suspeito de homicídio tentado a família sueca devido a “ódio racial” foi eleito Vogal da Assembleia de Freguesia de Moura

O candidato do Chega em Moura, ficou apenas com Termo de Identidade e Residência, depois de ter sido levado a Tribunal por suspeitas de ter efetuado disparos com arma de fogo contra família sueca, com sete filhos menores, de descendência africana.
Segundo a TSF o suspeito é Vítor Manuel Franco Ramalho, e foi eleito no mandato de 2021 a 2025, como Vogal na Assembleia da Freguesia da Póvoa de S. Miguel, do município de Moura.
Fonte policial disse ao Expresso: “Este indivíduo fez parte da lista do Chega às autárquicas e é conhecido na terra por ter posições fascistas e racistas”.
O CMTV esteve hoje em Póvoa de S. Miguel, mas o jornalista diz que ninguém se lembra de nada e que existe um pacto de silêncio: “Um apagão coletivo”.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Candidato do Chega em Moura foi detido por disparar contra família sueca com sete filhos menores “aparentemente por ódio racial”

André Ventura incentiva o Racismo nas suas páginas e do Chega? “Mais um Post de incitamento ao ódio”

Vice-presidente do Chega que defendeu que o “Racismo deixou de existir” afirma ter sido vítima de Racismo e Xenofobia

Partilhe

Leave a Reply