Cheganos Oficiais, Rui Paulo Sousa

Presidente da Comissão de Ética do Chega já foi sócio de uma loja de artigos eróticos

Rui Paulo Sousa, Presidente da Comissão de Ética do Chega, famosa pela Lei da Rolha que levou à suspensão e expulsão de vários militantes, já foi sócio da uma loja de artigos eróticos, que vendia vários produtos, desde vibradores até “compotas com ouro e doces”.
Segundo o Tal & Qual de hoje, que faz capa com o título “Puritanos do Chega em negócio de sexo”, um dos “puritanos” em causa é o deputado eleito pelo círculo de Lisboa, Nº 2 da Lista, logo atrás de André Ventura.
Contactado pela publicação Rui Paulo Sousa, que vai responder em março num processo de incumprimento de pensão de alimentos, confirmou que foi sócio de uma loja de artigos eróticos e que apesar de venderem alguns “objetos malandros”, como vibradores, também vendiam coisas normais para os namorados.
A notícia avança ainda que os antagonistas do novo deputado do partido que defende Deus, Pátria, Família e Trabalho, ainda lhe chamam “O cristão do Sex Shop”.
Ao que parece o Tal & Qual avança com outros “Puritanos do Chega” mas ainda não tivemos acesso ao jornal.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Deputado do Chega eleito por Lisboa vai responder em março por processo de incumprimento de uma pensão de alimentos

Presidente da Comissão de Ética do Chega acusado de ter assediado jovens militantes

Ex-líder de Distrital ameaça investigar os “negócios” de dois dirigentes do Chega

Partilhe

Leave a Reply