Cheganos Oficiais, Milena Boto e Castro, Nelson Lopes, Pedro Soares

Jornalista diz que André Ventura reforçou confiança em vereadora do Chega em Benavente que foi condenada

Nelson Silva Lopes, consultor de comunicação que tem mais de 25 mil seguidores, escreveu na sua página no Facebook que André Ventura reforçou a confiança na vereadora do Chega em Benavente, vereadora que foi condenada num processo em que o tribunal deu como provado que comprou sucata roubada a um grupo criminoso liderado por um militar da GNR de Samora Correia. Segundo o ex-jornalista no Jornal O Mirante, Milena Castro terá “colocado sobre a mesa a possibilidade de quebrar o vínculo com o partido e passar a vereadora independente, mas a direção nacional convenceu a autarca a continuar como vereadora do partido”.
Pedro Soares, ex-membro do Chega de Benavente, acha no entanto que a mensagem do jornalista “é desconforme com a realidade”, o que poderá indicar que a sua fonte “prestou falsas declarações” ou “‘aterrou’ ontem no Chega”.
Nelson Lopes, ex-deputado municipal da CDU na Assembleia de Freguesia de Samora Correia no mandato 2005/2009 e candidato do PSD em 2017 a Presidente nessa assembleia, escreveu na sua página:

ANDRÉ VENTURA REFORÇA CONFIANÇA NA VEREADORA EM BENAVENTE
A direção nacional do Partido CHEGA reforçou a confiança na vereadora eleita na Câmara Municipal de Benavente, Milena Castro.
Segundo fonte do CHEGA, André Ventura deu indicações para que os dirigentes locais do CHEGA se inibam de atacar os seus eleitos.
No caso de Benavente, foi eliminado um post no facebook onde dirigentes locais criticavam o desempenho da vereadora que pôs fim à maioria comunista com mais de 40 anos no concelho.
A mesma fonte garante o caso de Benavente foi levado ao Conselho de Jurisdição do CHEGA e admite que possam haver consequências após a investigação do comportamento de alguns militantes. “Todos temos deveres de lealdade”, adianta.
São públicas as divergências no seio do CHEGA em Benavente e o isolamento da vereadora.
Milena Castro terá colocado sobre a mesa a possibilidade de quebrar o vínculo com o partido e passar a vereadora independente, mas a direção nacional convenceu a autarca a continuar como vereadora do partido.
Com o afastamento de Milena Castro da concelhia do CHEGA em Benavente, foi o empresário José Dotti que chamou a si a liderança. Dotti tem o apoio de dois dos três eleitos na Assembleia Municipal de Benavente: Cristina Brandão e Paulo Cardoso que se afastaram da vereadora. O terceiro eleito na assembleia é João Amândio Cruz, marido da autarca e principal incentivador da sua candidatura.
Texto NSL

Pedro Nuno Neves Soares, ex-membro da Concelhia do Chega de Benavente, partilhou a mensagem de Nelson Lopes e escreveu:

Sobre a informação do Nelson Lopes, considero de forma inequívoca que a mesma é desconforme com a realidade. A fonte que o Sr. jornalista seguiu fez uma de 2 coisas: Prestou falsas declarações, de forma dolosa (ou talvez não😁), ou, em alternativa, “aterrou” ( a fonte, não o jornalista), ontem no CHEGA e ainda não aprendeu a andar de “bicicleta” ( quase que aposto que é este o ponto).
Poderia ser obra de um infiltrado….mas como não existem tais figuras… 😇
As respostas a tudo isto e muito mais estão nas “batinas” de alguns “relegiosos” e nas “mini-saias” que alguns homens sapientes e “másculos” orgulhosamente usam.
Para opinião mais esclarecida sugiro uma incursão até Santarém.😁

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Vereadora do Chega foi condenada em processo de compra de sucata roubada a grupo liderado por GNR de Samora Correia

De 19 Vereadores eleitos pelo Chega: 5 passaram a independentes, 1 foi exonerado, 1 está em “análise”

Pedro Soares reage à Suspensão e sugere a sua Expulsão do Chega: “Entreguem o ‘grupo’ aos vendidos e vencidos do ‘sistema’”

Partilhe

Leave a Reply