Ex-Cheganos Oficiais, Miguel Tristão Teixeira

Ex-Líder do Chega da Madeira diz que André Ventura escolhe Marionetes e que votar Chega ou PSD é igual

O ex-Líder do Chega da Madeira, Miguel Tristão Teixeira, diz que André Ventura não veio para combater o sistema mas sim para entrar nele, e que as suas escolhas para as diferentes áreas do país, desde as distritais até às concelhias, são feitas na base da obediência ao líder, são feitas na base da capacidade de subserviência das suas marionetes. O décimo nono descendente direto de um dos descobridores da Madeira, o navegador Tristão Vaz Teixeira, diz que votar Chega ou votar PSD, é fazer as compras na mesma “venda”.

A Mercearia do Paul do Mar
No início do século passado, existia uma mercearia na lindíssima freguesia do Paul do Mar, nessa mercearia tinha dois sócios e era a mais importante da freguesia.
Um dos sócios um homem alto forte e de grandes bigodes era monárquico, outro alto elegante era republicano.
Os Monárquicos da zona iam as compras da parte da manhã e aproveitavam para uma descontraída cavaqueira política com o gerente de farto bigode, viva o Rei era o termo que usavam quando iam até às suas casas.
Na parte da tarde o elegante republicano atraia todos os republicanos da freguesia, sussurravam e conspiravam contra o regime monárquico na época, antes de irem para as suas casas despediam-se com o punho levantado.
Mas toda a população ia a mesma mercearia ou “venda” como se chama cá na região.
Está história verídica faz-me lembrar a realidade actual, que encaixa muito bem no quadro político da região autónoma da Madeira, temos a mesma mercearia que está aberta ao sócio CHEGA.
O CHEGA Madeira está de franco namoro com o mais corrupto governo da Europa além de ser o maior per capita, que ninguém duvide mas mesmo ninguém, que as ordem de Ventura são para comprar a parte da tarde desta mercearia, os seus dirigentes regionais negam (é a forma que tem de conseguir alguns votos, mesmo sabendo que estão a enganar a população) mas o chefe já o disse publicamente, ventura quer o lucro das vendas da parte da tarde, já o disse várias vezes.
Eu que conheci de perto Ventura, não tenho dúvidas do que acabo de escrever, Ventura não veio para combater o sistema mas sim para entrar nele, e a região como ele afirma é muito importante para ele, a zona franca é um dos seus objetivos pois empresas que ele está ligado de várias formas tem interesses nesta área.
Ventura é aquele que estudou para padre mas nunca o foi, ventura ambicionava derrotar Rui Rio mas não conseguiu
Ventura levou atrás dele e de um programa político centenas de pessoas, mas foi alterando as escondidas, por essa razão os melhores saíram.
Ventura é um fogo que arde a frio e arrasta os mais incautos.
As suas escolhas nas diferentes áreas do país desde as distritais até às concelhias, não são feitas pelas qualidades dos mesmos nem pelas suas capacidades intelectuais, as escolhas de Ventura são feitas na base da obediência ao líder são feitas na base da capacidade de subserviência das suas marionetes.
Votar CHEGA ou votar PSD, é fazer as compras na mesma “venda”

Partilhe

Leave a Reply