Cheganos Oficiais, Nelson Dias da Silva, Sérgio Pereira

Conselheiro Nacional do Chega foi suspenso numa altura em que ainda estava suspenso e a tempo de não poder ir ao 10º Conselho Nacional

Nelson Miguel Dias Silva ainda não saiu do castigo de 60 dias aplicado pela Comissão de Ética e já levou com novo castigo de 90 dias.
No dia 28 de abril uma das páginas de Sergio Pereira, página da oposição interna, já avançava que o militante Nº 70 e Conselheiro Nacional Nº 55 do Chega, deveria ficar novamente de castigo por 90 dias depois de ter feito uma publicação na sua página onde colocava em causa André Ventura: “Um partido não pode ficar refém do seu fundador”.
No dia 7 de maio, dois dias antes da Comissão de Ética ter avançado com a “suspensão provisória do militante Nelson Miguel Dias Silva por um período de 90 Dias” e “proposta a sua expulsão ao Conselho de Jurisdição”, uma outra página de Sergio Pereira já previa a suspensão antes do 10º Conselho Nacional, para silenciar o “Conselheiro de um partido anti-sistema”:

Nelson foi suspenso e não foi ao 9° Conselho Nacional.
Agora temos o 10°
Será que o grande MESSIAS vai ouvir os conselhos do Nelson, ou vai suspender novamente o conselheiro de quem não gosta?
Messias é um autocrata.
Para o Messias, Nelson não tem confiança política.
Será que lhe vai retirar a confiança política?
Pera aí…
Conselheiro é cargo nomeado ou eleito?
Eleito!
😁😁😁
É eleito, o Messias não pode retirar confiança.
É aí que entra a ilegal comichão de estética.
Messias não gosta
Sopa de espargos suspende.
E é esta a democracia interna no reino autocrata de sra excelência E Messias.
Vergonha!!
Messias … RUA!

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Comissão de Ética meteu de castigo o Conselheiro Nº 55 depois deste ter sido insultado pelo Secretário Pessoal de André Ventura

Conselheiro Nacional do Chega Nº 50 insulta e “convida ao suicídio” o nº 55

André Ventura é acusado de ter vendido o Chega aos Imigracionistas por causa dos financiadores do partido

Partilhe

Leave a Reply