Carlos Natal, Cheganos Oficiais, José Dias

Grupo de cidadãos ainda militantes querem saber os currículos dos Assessores “O Chega foi tomado por interesses circunstanciais”

Um grupo de cidadãos ainda militantes do Chega, representados por José Dias, ex-vice-presidente do Chega, entendem que o partido de André Ventura foi tomado por interesses circunstanciais e querem a “extinção de Órgãos [Comissão de Ética?] que são inéditos na Lei Geral dos partidos e que só provocam danos irreparáveis”.
Em comunicado divulgado na sua página, o líder da lista excluída a delegados por Lisboa no último Congresso, diz que querem um “partido totalmente transparente e de boas contas e saber quais os currículos dos militantes que foram nomeados para assessores do Grupo Parlamentar do Partido Chega”: ” Queremos saber quem é quem? familiar ou amigo de quem?”

Partido CHEGA: Por uma OPOSIÇÃO CONSTRUTIVA!
Na qualidade de militante do CHEGA e Ex-vice-presidente e ainda em representação de um grupo de cidadãos ainda militantes do Chega que se pautam por uma atitude de boa vontade, espírito construtivo e voluntarismo positivo em prol de uma mudança na actual linha de atuação do partido, de forma a que este recupere o vigor de carácter e a pureza ideológica dos seus primeiros tempos.
Entendemos que o Partido Chega foi tomado por interesses circunstanciais que têm prejudicado a forma como procede e se define politicamente e desejamos recuperar para o nosso partido a esperança mobilizadora com que surgiu e que tem de continuar a personificar.
Não discutimos pessoas, mas ideias, ideias e atitudes. Mas pugnamos por recuperar a maior parte dos muitos militantes do Chega que optaram recentemente mas também ao longo dos últimos meses por abandonar a linha da frente do Partido face à deterioração das condições de militância.
Todos somos poucos para voltar a fazer do Partido Chega o Partido da credibilidade e do exemplo, do antissistema, do portuguesismo e do futuro. Só juntos voltaremos a erguer o Chega!
Queremos a EXTINÇÃO de Órgãos que são inéditos na Lei Geral dos PARTIDOS e que só provocam danos irreparáveis ao Partido Chega, a frase: ” Sai um militante e entram 10 votantes de sofá é completamente errada. A realidade é outra: “SAI UM MILITANTE E FAZ COM QUE NÃO ENTREM 10” esta é a realidade e a frase certa.
Não podemos estar de acordo com “DELITOS DE OPINIÃO “, Somos a terceira força politica nacional! O exemplo deve partir da postura dos órgãos do Partido, sob pena de afundarmos aquilo que muito custou a criar por todos os militantes e simpatizantes.
Ninguém cria um Partido sozinho, foram muitos os que caminharam em conjunto.
Queremos no Partido todos aqueles militantes que ajudaram a eleger o nosso primeiro deputado com assento parlamentar e que fizeram nascer o Partido CHEGA.
Queremos um Partido totalmente transparente e de boas contas e saber quais os currículos dos militantes que foram nomeados para assessores do Grupo Parlamentar do Partido Chega.
Queremos saber quem é quem? familiar ou amigo de quem?
Nunca esquecer que o Partido Chega, nasceu para combater o sistema político em vigor há 48 anos…..não podemos tolerar abusos e nomeações contra “LEGE”, aquilo que sai na imprensa têm sido mau e envergonha todos os MILITANTES de BEM E SIMPATIZANTES, a quem devemos o máximo de respeito!
Muito havia para narrar mas vou ficar por aqui, não me vou alongar mais, termino com um:
VIVA O PARTIDO CHEGA!
VIVAM OS MILITANTES DO PARTIDO CHEGA!
VIVA A DEMOCRACIA!
Por uma OPOSIÇÃO CONSTRUTIVA EM PROL DO CRESCIMENTO DO PARTIDO.
José Dias, militante do Partido Chega e Ex-Vice……
Nota: Quem vier com paleio de chunga e roto tipo: ressabiados, ratos e outras formas de quem nada diz! não se limitando a acrescentar nada só a destruir para engraxar o cágado ou a dar nas vistas para outrem…serão de imediato bloqueados e os comentários apagados.

Carlos Natal, único candidato que esteve a votos contra André Ventura, comentou:

Amigo há muito que deixei de acreditar no projeto desvirtuado do CHEGA.
O CHEGA cresceu exponencialmente e vai decrescer na mesma proporção.
Só há um culpado e há muito que o disse, André Ventura, que não passa de um papagaio messias, um cata vento

PODE QUERER VER TAMBÉM:

A História do Dia da Rádio Observador – As teias familiares no Chega: Matias, Amorim, Pessanha e Regalla

Nova assessora do Chega perdeu 1000 seguidores em 24 horas no Twitter e há vários dirigentes a pedir a desfiliação

José Dias levantou suspeitas sobre o processo de exclusão da sua Lista “Foi tudo combinado”

Partilhe

Leave a Reply