Cheganos Oficiais, Rita Matias

Líder do PAN não poupa a antifeminista do Chega que defende que uma criança violada não deve abortar

Rita Matias, a deputada do Chega, filha de Manuel Matias, não precisa de muito para conseguir fazer furor nas redes sociais, pois em cada entrevista que dá é sempre motivo para conseguir ficar no top dos Trends do Twitter, tal o choque que provoca.
Depois de ter dito ao Observador que é contra uma criança de 10 anos faça um aborto depois de ter sido violada, hoje disse ao Diário de Notícias que há direitos que os homens têm, que não quer, sem especificar.
Foram muitas as reações nas redes sociais às declarações polémicas da filha do ex-assessor do Chega, e a líder do PAN, Inês Sousa Real, não perdeu a oportunidade de comentar:

Rita Matias do CH defende que uma criança violada não deve abortar. A violação tem consequências físicas e emocionais devastadoras, penhorando o direito à infância e à integridade sexual. Obrigar uma criança a ter uma criança também é uma violação dos seus direitos.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Psicóloga clínica e sexóloga explica à “antifeminista” Rita Matias o que é feminismo

Rita Matias comparada à Assistente Virtual Siri e afinal a única deputada do Chega tem também mérito por “engraxar bem André Ventura”

Rita Matias acusada de “plagiar” um discurso da Giorgia Meloni da Fratelli d’Italia

Partilhe

Leave a Reply