Cheganos Oficiais, José Dias

O partido de André Ventura expulsou o seu ex-vice-presidente, fundador e militante nº 14

Já começa a ser difícil encontrar um fundador do Chega que não tenha sido expulso ou que não se tenha demitido. José Augusto dos Santos Dias, fundador do Chega, militante nº 14, ex-vice-presidente, candidato a Deputado por Castelo Branco em 2019, candidato do partido de André Ventura a presidente da Câmara Municipal da Amadora em 2021, foi expulso pelo Conselho de Jurisdição Nacional. Com a Comissão de Ética colocada de castigo pelo Tribunal Constitucional, há 8 meses que o órgão liderado por Rodrigo Alves Taxa não expulsava nenhum militante.
Em declarações ao Expresso, o sindicalista da PSP disse que trata-se de “uma aberração jurídica” e garante que vai recorrer para o Tribunal Constitucional. Em causa estão publicações nas redes sociais e declarações em entrevistas que já lhe tinham valido a suspensão do partido em que o militante “teceu certos comentários como ‘o partido não pode ser só André Ventura e seus amigos’” e afirmou que “estar na direção ou não estar era exatamente a mesma coisa, até porque o André Ventura é que decide tudo e o que estão lá a fazer”.
José Dias liderou em 2021 a Lista A a delegados por Lisboa ao Congresso Nacional, lista que foi excluída de ir a votos a menos de 12 horas da eleição.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Militante Fundador Nº 15 critica a suspensão do Nº 14 e José Dias junta-se aos “condecorados” que aguardam decisão do TC

José Dias partilhou mensagem de Sérgio Pereira, pede a demissão de André Ventura e acusa-o de falta de coragem

José Dias levantou suspeitas sobre o processo de exclusão da sua Lista “Foi tudo combinado”

Partilhe

Leave a Reply