André Ventura, Cheganos Oficiais

Chega apresentou Projeto de Lei para que o dia 25 de novembro seja feriado mas enganou-se no ano

O partido de André Ventura, que defende que se devia acabar com o feriado de 5 de outubro, quer que o dia 25 de Novembro seja feriado nacional, e apresentou para isso um projeto lei na quinta-feira passada.
No entanto enganou-se no ano, pois no documento em vez de identificarem o dia 25 de novembro de 1975, colocaram o dia 25 de novembro de 1976, uma data que não traz nenhuma boa recordação para a extrema-direita, pois a grande notícia na imprensa nesse dia era que o Supremo Tribunal Militar decidira que os inspetores da PIDE – Polícia Internacional e de Defesa do Estado iriam ser julgados pela sua atuação contra os críticos da ditadura.
No projeto de lei 77/XV/1 inicialmente apresentado na Assembleia da República o Chega assinala que a sua iniciativa pretende a “consagração que sendo aprovada representa a mais honesta e legítima homenagem ao Regimento de Comandos da Amadora bem como a todos aqueles que a 25 de novembro de 1976, direta ou indiretamente contribuíram para que hoje possamos festejar o dia em que a liberdade“.
Não sabemos se o erro foi influenciado pela ex-deputada do PAN, a assessora Cristina Rodrigues, que no dia 25 de Abril de 2022 foi festejar a Revolução dos Cravos de 1974, ou se já estão a sentir a falta do ex-Chefe dos Assessores do Chega, Nuno Afonso, mas o erro passou sem ser detetado, e chegou à imprensa “amiga”, como o Jornal de Negócios ou o SOL, onde ainda se mantém, e no jornal O NOVO, um “verdadeiro amigo”, que se apressou em alterar a data para 1975 sem nenhuma indicação dessa alteração.
O partido de extrema-direita alertado pela imprensa, revista Visão fez um artigo “Um erro dos grandes: Chega quer pôr País com feriado a 25 de Novembro (mas pelo que aconteceu em 1976 e não em 1975)“, deu entrada ontem no parlamento a correção do texto no que diz respeito à data: “(Substituição de texto de iniciativa em 2022-05-20.)”

PODE QUERER VER TAMBÉM:

André Ventura defende que se devia acabar com o feriado de 5 de Outubro! Mas também há Cortes e Famílias no Chega

Chega ia recorrer para o Tribunal Constitucional mas no Email “esqueceram-se” de anexar a Resposta

Chega critica os Familygates na Política mas tem vários no Partido e na Direção

Partilhe

Leave a Reply