André Ventura, Cheganos Oficiais

André Ventura pressiona a Justiça para não se tornar numa arma de controlo político e para ser cega e dura

Bastou 11 horas de diferença para André Ventura pressionar a Justiça, mas com mensagens diferentes! Se no caso em que André Ventura está a ser alvo de uma investigação no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, depois da Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação lhe remeter várias queixas acusando o líder do Chega do crime de discriminação, diz que a Justiça não se pode tornar numa arma de controlo político, por outro lado, no caso em que há suspeitas de fraude fiscal no negócio das barragens, pede para que se faça justiça e que seja cega e dura!

Respeito a justiça do meu país, mas não vou deixar de dizer o que penso nem de manter as minhas convicções, mesmo que tenha de pagar por isso um preço elevado! A justiça não se pode tornar numa arma de controlo político!

Este país está farto de borlas fiscais para os mesmos de sempre, enquanto a classe média definha em impostos e restrições. Que se faça justiça e que seja cega e dura!

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Ministério Público abriu inquérito a André Ventura que pode responder por crime de discriminação

André Ventura pressiona e ataca a Justiça: “Não se pode tornar no braço armado do Governo”

André Ventura e Chega têm 30 dias para pedir desculpa a família do Bairro da Jamaica

Partilhe

Leave a Reply