Cheganos Oficiais, Patrícia Carvalho, Ricardo Regalla Dias

“Sombra” de André Ventura critica o cinema português e está revoltada com aumento dos encargos das Operadoras

Patrícia Alexandra Martins de Carvalho, jornalista que promoveu André Ventura no Notícias ao Minuto e atual Vogal da Direção do Chega, que tem acompanhado o líder em quase todos os locais, está revoltada com o aumento de 2 para 4 euros dos encargos dos operadores de serviços de televisão por subscrição, MEO, NOS, NOWO e Vodafone.
A “sombra” de André Ventura questiona os seus seguidores se já pensaram que se os filmes portugueses não têm público é porque não são assim tão bons? Também pode ser por outros motivos, mas será que por terem pouco público não precisam de apoio?

Isto é inacreditável. Inaceitável. Por que raio o Estado se acha no direito de taxar tudo o que o cidadão tem ou usufrui? Mas por que raio se acha no direito de taxar serviços para ir enfiar dinheiro dos contribuintes na RTP e no ICA? Se quem trabalha na RTP e no ICA não tivesse a mama do Estado empenhavam-se em trabalhar decentemente. Já pensaram que se os filmes portugueses não têm público é porque não são assim tão bons?

Ricardo Regalla Dias-Pinto, também vogal da Direção do Chega, acha o caso mesmo escandaloso.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Vogal da Direção do Chega chama corrupta a Ana Gomes? “Rui Pinto sabe muita coisa sobre os teus milhões em offshore”

Quem é Patrícia Martins de Carvalho? Promoveu Ventura no Notícias ao Minuto e agora é Vogal na Direção do Chega

Esposa de André Ventura apanhada com “cara de poucos amigos” em foto da Direção do Chega #SalvemARitinha

Partilhe

Leave a Reply