Cheganos Oficiais, Francisco Louçã, Pedro Frazão

Pedro Frazão defende-se com Ricciardi e compara acusar alguém de “receber uma Avença” a “Bajular”

Pedro Frazão foi hoje ao Tribunal de Cascais para responder ao processo levantado por Francisco Louçã, mais rápido que outros processos que dirigentes do partido de extrema-esquerda têm contra dirigentes do Chega, devido ao mecanismo jurídico usado que não pretende uma indemnização mas apenas um pedido de desculpa.
Em causa está o Twitter que o deputado do Chega fez em 14 de novembro do ano passado onde afirma que Francisco Louçã recebia uma Avença do Banco Espírito Santo:

Já o Francisco Louçã recebia uma Avença do Banco Espírito Santo. Banco esse que, além de pagador de avenças obscuras, era grande doador das campanhas do BE! Isto é grave demais para estar a ser ignorado!! #CHEGA!

Horas antes de ir a tribunal, Pedro Frazão comparou as afirmações de José Maria Ricciardi que acusou o ex-líder bloquista de “bajular o BES” com a acusação que fez:

Em novembro Francisco Louçã meteu-me processo, tenho ausência hoje: a justiça acelerada para os acusados do Chega! É incrível!
Vem processar-me mas não ao José Maria Ricciardi em 2019 que denunciou:
É o país que temos, e a esquerda caviar aplaude!

Depois da audiência em Tribunal, Pedro Frazão insistiu na falta de acusação de Louçã a Ricciardi:

Obviamente. Qualquer pessoa consegue perceber a estranheza de que o Francisco Louçã nunca tenha processado Ricciardi…

A justiça foi “acelarada” porque o ex-fundador do Bloco de Esquerda não optou por um processo-crime por difamação com pedido de indemnização, mas por um mecanismo jurídico que permite reparar o bom nome, e apenas obter um desmentido na página onde foi feita a difamação.
Quanto à comparação com José Maria Ricciardi, com base na notícia do Jornal Económico, o ex-presidente do BESI respondeu a Francisco Louçã a propósito de um artigo de opinião em que o antigo coordenador do Bloco de Esquerda, mas não fez nenhuma acusação sobre o ex-dirigente do Bloco de Esquerda ter recebido qualquer avença:

Já vai longe o tempo em que bajulava o BES e o “dono disto tudo”, quando uma simples palavra de censura acarretava o ónus de uma reprovação.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Cabeça-de-lista do Chega a Santarém vai responder em tribunal em fevereiro por causa de acusação que fez a Francisco Louçã

São vários os Processos que estão a decorrer em Tribunal contra Deputados do Chega

Vice-Presidente do Chega publica Fake News e promove a Xenofobia com Foto e Título falsos!

Partilhe

Leave a Reply