Cheganos Oficiais, José Luís Moreira

Líder de concelhia do Chega foi processado por ex-senhoria por não pagar 6 rendas e não apareceu no julgamento

O presidente da concelhia do Chega em Vila Verde, José Luís Moreira, foi processado pela ex-senhoria por não pagar seis meses de renda e devido a danos patrimoniais da casa que arrendava. Segundo a revista Sábado, e com base em informações facultadas pelas advogadas da queixosa, o militante do partido de André Ventura, que foi colocado na liderança do núcleo de Vila Verde, depois de Fernando “Feitor” Silva ter sido exonerado pelo líder da Distrital de Braga, terá deixado também a casa danificada, com cheiro a urina.
A mesma fonte avança que o processo está em fase de julgamento e na última sessão, realizada no passado dia 4 de novembro, José Luís Moreira não apareceu, e o tribunal não consegue identificar o seu paradeiro.
Pode saber mais no artigo da revista Sábado.
Em marco, quando José Luís Moreira foi nomeado para o cargo de líder da concelhia foi revelado uma dívida de 100 mil euros na Lista Pública de Execuções, dívida que ainda consta dessa lista com dois registos (26111,72€ e 76806,82€) .

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Continuam as acusações entre dirigentes do Chega de Vila Verde: Burlões “Doutor da Mula Ruça” vs Desesperado “menino birrento”

Vereador do Chega de Vila Verde acusa o líder do Chega de Vila Verde nomeado pela distrital de “Crime Público”

Novo líder do Chega de Vila Verde reage à dívida de 100 mil euros “Quem nunca cometeu um erro na vida, que atire a primeira pedra”

Partilhe

Leave a Reply