Cheganos Oficiais, Fernando Feitor Silva, Filipe Melo, José Luís Moreira

Vereador do Chega de Vila Verde acusa o líder do Chega de Vila Verde nomeado pela distrital de “Crime Público”

Vereador do Chega de Vila Verde, Fernando “Feitor” Silva, acusa o líder da concelhia do Chega de Vila Verde e membro da Comissão Política da Distrital de Braga, José Luís Moreira, de “Crime Público” num evento solidário.
O único vereador do partido de André Ventura eleito no Norte de Portugal, que foi exonerado da liderança da concelhia de Vila Verde pelo presidente da Distrital de Braga, Filipe Melo, em outubro de 2021, contesta a decisão e afirma que ainda é o líder da concelhia.
Fernando “Feitor” Silva publicou ontem nas sua páginas um comunicado onde acusa o líder do Chega de Vila Verde nomeado pela distrital de Braga de ter usurpado de forma deliberada e abusiva os logótipos de instituições ou comércios sem o conhecimento dos visados: “Crime Público”.

COMUNICADO
“Moto Paper”
Façam cuidado com a publicidade enganosa que circula pelo nosso Concelho
A Concelhia do Chega Vila Verde não está a organizar nenhum evento para dia 30 de Julho.
Referente ao cartaz de publicidade ao evento a ser realizado pelo Sr. José Luís Moreira que anda a circular nas redes sociais e ao qual estava exposto o logótipo do Município de Vila Verde usurpado de forma deliberada e abusiva, (CRIME PUBLICO) quero deixar bem claro que a Concelhia do Chega Vila Verde na pessoa do seu coordenador e Vereador Fernando Silva (Feitor), nada tem a ver com esse evento. Esse Sr. não pode tomar decisões em nome do Chega Vila Verde e muito menos usurpar logótipos de instituições ou comércios sem o conhecimento dos visados. Desmarco-me deste ou de qualquer evento a ser realizado por traiçoeiros. Enquanto coordenador e vereador, a Concelhia do Chega em Vila Verde, atuará sempre que for necessário quando for posto em causa especiais responsabilidades sobre casos que venham a pôr em causa o meu bom nome e o nome do Partido.
Por favor Vilaverdenses, não se deixem enganar. Obrigado

No evento em causa, criado pelo Chega de Vila Verde, onde “já” não consta o cartaz partilhado por Fernando “Feitor” Silva, pode-se ler numa mensagem publicada no dia 3 de junho:

COMUNICADO/ESCLARECIMENTO
A comissão política da concelhia do Chega Vila Verde, vem por este meio esclarecer para que fique bem claro para todos os participantes que este evento é estritamente e exclusivamente SOLIDÁRIO, não tendo nenhuma conotação nem promoção política, sendo que naturalmente todos os apoios ou patrocínios do evento NÃO vincula nada nem ninguém com o partido Chega, mas sim com a causa SOLIDÁRIA para ajudar o DINIS, sendo que, para o mesmo evento, serão convidados todos os partidos políticos do concelho, assim como todos os presidentes de junta de freguesia e todos os vereadores e executivo da câmara municipal.
Desta forma deixamos aqui um agradecimento sincero a todo o apoio e patrocínio a esta CAUSA SOLIDÁRIA para que o DINIS possa ter mais e melhor qualidade de vida.
Muito obrigado
José Luís Moreira

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Líder “exonerado” do Chega de Vila Verde acusa a Distrital de Braga de “Terrorismo político”

Líder do Chega de Vila Verde contradiz André Ventura e afirma que António Cerqueira é que pediu para ser retirado da sua comissão

Líder de Distrital do Chega que tem dívidas de 80 mil euros nomeou para líder da Concelhia dirigente que tem dívidas de 100 mil euros

Partilhe

Leave a Reply