Cheganos de outros partidos, José Pinto Coelho

Erque-te critica o Chega “Não se combate o Sistema com alianças e a ir buscar para dentro do partido o refugo do mesmo”

Partido nacionalista Erque-te, acusa o Chega de dizer-se Anti-Sistema, mas de fazer coligações com os partidos do Sistema, e de ir buscar para dentro do partido o refugo do mesmo. A página do Facebook dos ex-PNR publicou um artigo sobre as nomeações recorde (com família à mistura) do executivo que governa atualmente os Açores, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, que resulta do acordo político entre o PSD, o CDS e o PPM, válido para duas legislaturas, e de acordos de incidência parlamentar com o Chega e o Iniciativa Liberal, e não poupou nas criticas:

“Pois, vocês têm é de apontar as baterias para a esquerda” ou “os xuxas são todos corruptos, dão trabalho aos amigos e família, e são uns despesistas com o dinheiro do contribuinte”
Meus amigos! o problema é o SISTEMA, da esquerda à direita e aqueles que fazem coligações com o mesmo, apesar de se afirmarem “anti-sistema”. Não se combate o sistema com alianças e a ir buscar para dentro do partido o refugo do mesmo.
“A factura é quase dois milhões de euros mais pesada do que a anterior. Ao fim de quatro anos, os cargos de nomeação política do governo regional dos Açores vão custar quase oito milhões de euros a mais aos contribuintes açorianos. O elenco também engorda relativamente ao anterior e há uma complexa teia de nomeações de familiares, confirmou o Expresso.
O executivo, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, resulta do acordo político entre o PSD, o CDS e o PPM, válido para duas legislaturas, e de acordos de incidência parlamentar com o Chega e o Iniciativa Liberal. Relativamente ao anterior, presidido pelo socialista Vasco Cordeiro, o actual governo tem mais um secretário regional e mais um subsecretário regional. Cada um destes tem no seu respetivo gabinete um chefe de gabinete, dois adjuntos e um secretário pessoal. Há também mais dois adjuntos e uma secretária pessoal, mais oito directores regionais ou cargos equiparados, e mais dez técnicos especialistas nos gabinetes dos membros do governo regional a auferirem uma remuneração pelo menos equivalente à de um adjunto, cerca de €3300 brutos. Pelo meio, há cerca de uma dezena e meia de familiares, ligados ao governo ou aos seus partidos, nomeados para cargos públicos ou em vias de o serem.”

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Ergue-te acusa o Chega de ser um partido do Sistema, Traidores e Cúmplices e de conviver com quem agride selvaticamente as mulheres

Partido Ergue-te (ex-PNR) chama Cobardolas a André Ventura depois deste não ter votado contra Joacine

André Ventura imita Donald Trump e dança ao som de Hino Gay no final do Congresso

Partilhe

Leave a Reply