Cheganos Oficiais, Rui Paulo Sousa

Deputado do Chega foi subsídio-dependente, faltou a audiência por questões de saúde e foi acusado de enganar o Tribunal sobre a sua situação financeira

Rui Paulo Sousa tinha marcada para o dia 24 de janeiro, 6 dias antes das eleições legislativas, uma audiência no tribunal, no entanto faltou, e segundo a Revista Visão, devido a ter-se deslocado ao hospital de Guimarães na sequência de uma indisposição.
José Lourenço, ex-líder do Chega Porto, não perdeu tempo no Facebook, para alguns dias depois questionar a saúde do líder da Comissão de Ética, que no dia 26 de janeiro acompanhou a comitiva do Chega no jantar comício em Faro.
O processo em tribunal em causa foi apresentado pela ex-mulher contra o ex-dirigente do Partido Aliança e está relacionado com o alegado incumprimento das responsabilidades parentais relativas a um filho menor, com necessidades especiais.
O deputado eleito como nº 2 da lista por Lisboa, lugar logo a seguir a André Ventura, e facilmente elegível tendo em conta todas previsões, esteve a viver como subsídio-dependente em 2020, onde recebia de subsidio de desemprego 765 euros por mês, e propôs então reduzir de 425 para 50 euros mensais a pensão de alimentos. O ex-candidato a presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco garantiu na altura não receber ordenado do Chega, conforme confirmou em declarações à revista:

O partido paga as despesas de deslocação no âmbito das campanhas eleitorais e relativas à comitiva do presidente da qual tenho feito parte.

Segundo a mesma fonte, ex-mulher acusou Rui Paulo Sousa de enganar o tribunal relativamente à situação financeira, pois garantiu que em 2015 o mesmo vendeu a quota numa empresa informática por 200 mil euros e que a empresa Villabosque recebeu subsídios públicos superiores a 300 mil euros, quando o ex-marido ainda era sócio-gerente. Garantiu também que tem forma de comprovar que as deslocações em território continental e nas ilhas nem sempre são suportadas pelo partido.
A nova audiência ficou marcada para março, onde se espera que agora se resolva de outra forma, pois Rui Paulo Sousa foi eleito deputado pelo Chega e agora vai receber 4 mil euros mensais.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Presidente da Comissão de Ética do Chega já foi sócio de uma loja de artigos eróticos

Deputado do Chega eleito por Lisboa vai responder em março por processo de incumprimento de uma pensão de alimentos

Militante do Chega em Beja revela os “podres” dos Braços direito e esquerdo de André Ventura

1 Comment

  1. Eduardo Guevara

    Quais são as fontes? Anónimas?

Leave a Reply