Cheganos Oficiais, Patrícia Branco

Deputada do Chega na Assembleia de Lisboa critica a roupa das deputadas do Bloco de Esquerda

Deputada do Chega na Assembleia de Lisboa, Patrícia Branco, criticou a roupa das deputadas do Bloco de Esquerda, na tomada de posse na Assembleia Municipal de Lisboa.
A dirigente do Chega, que se identifica como “Caucasiana. Hetero. Católica. Direita Conservadora. Uma perigosa fascista, portanto”, escreveu na sua página:

Na tomada de posse, dos deputados da AML, os do BE identificavam-se à légua. Eram os únicos que vinham vestidos num total desprezo pela cerimónia protocolar. As meninas de ténis e umas albardas a fazer de vestido, um tipo de ganga coçada.
Fazem questão de aparecer assim, porquê?

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Patrícia Branco, Dirigente do Chega Lisboa, era Pipoca Mais Picante e diz que Nepotismo não significa barrar gente qualificada

Candidato do Chega a Freguesia de Lisboa, ex-PS, PDR, PSD, tentou entrar na candidatura de Carlos Moedas e expôs ao “ridículo” André Ventura

Ex-deputado suíço é candidato do Chega a Freguesia de Lisboa e oferece Mil euros para apanharem os vândalos dos cartazes

Partilhe

Leave a Reply