André Ventura, Cheganos Oficiais

André Ventura continua a pressionar a Justiça e ameaça bloquear as ruas de Portugal se o Chega for ilegalizado

André Ventura voltou a usar o nome de Sá Carneiro num discurso, desta vez, em Barcelos, para dizer que se Sá Carneiro “fosse vivo era do Chega”, o fundador do PSD e primeiro-ministro de Portugal, em 1980, que num Congresso do PSD em 1978 disse que o seu partido não tinha qualquer afinidade com as forças de direita.
Mas não é só no nome de Sá Carneiro que André Ventura insiste, o líder do Chega continua também a pressionar a justiça, em processo que ainda está a decorrer no Tribunal Constitucional:

Se ilegalizarem o Chega bloquearemos cada estrada, cada rua deste país, mostraremos ao país que não aceitamos o fim da democracia.

Francisco Sá Carneiro, no Congresso do PSD em 1978:

Nós, Partido Social Democrata, não temos qualquer afinidade com as forças de direita, nós não somos nem seremos nunca uma força de direita.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

André Ventura pressiona a Justiça para não se tornar numa arma de controlo político e para ser cega e dura

André Ventura pressiona e ataca a Justiça: “Não se pode tornar no braço armado do Governo”

André Ventura afirma ter a certeza que é o sucessor espiritual de Sá Carneiro! Será uma reencarnação?

Partilhe

Leave a Reply