Cheganos Oficiais, José Belo Galinha, Nuno Afonso

Irmão do presidente da dona do Diário de Notícias, JN e TSF é militante do Chega

Nuno Afonso, atual candidato do Chega à Câmara Municipal de Sintra, publicou um vídeo no passado dia 24 de maio, para acusar o Bloco de Esquerda de controlar os Media e para defender o Administrador da empresa dona do Diário de Notícias, JN, TSF, N-TV e Dinheiro Vivo, Marco Belo Galinha, dias antes da sua audiência no Parlamento, sobre os cortes do pessoal no grupo de comunicação social. Mas o que o chefe de gabinete de André Ventura não disse nesse vídeo é que no último Congresso do Chega, fez parte da lista do irmão do Administrador da Global Média, o militante do Chega, José Belo Galinha, Diretor Geral de uma Multinacional Americana e sócio de uma fábrica de maquinas e moinhos de café.
O ex-PSD, que acompanha no Chega o amigo André Ventura desde o tempo em que ambos faziam parte da lista à Câmara Municipal de Loures em 2017, afirma no vídeo que o Bloco de Esquerda não está preocupado com as 81 pessoas dispensadas pelo Grupo, até porque “apenas” 17 são jornalistas, mas está preocupado o facto de vários serem do Bloco de Esquerda, como é o caso de Mariana Mortágua, que passava recibos verdes e vai deixar de receber os mais de 5 mil euros Anuais.
Nuno Afonso diz ainda que o Bloco de Esquerda tem carradas de “avançados” nos Grupos de Comunicação Social, e acusou o BE de fazerem Bullying, ao pressionarem um administrador de uma empresa privada.
A revista Sábado avança agora que Nuno Afonso fez parte, no último Congresso do Chega, da lista derrotado do irmão do Administrador da Global Média, José Belo Galinha. A revelação surge após a publicação do vídeo, pois o ex-Vice-Presidente do Chega, que foi despromovido a Vogal de Direção no último Congresso, revela números não públicos sobre o negócio da Global.
Questionado pela revista sobre como Nuno Afonso tem acesso a estas informações, o dirigente do Chega não revelou as suas fontes.
Já o administrador da Global Media, dono do grupo Bel, disse à Sábado que numa família com oito irmãos “como é a do CEO do [grupo], é perfeitamente possível haver sensibilidades políticas diferentes”.
A mesma revista publicou em 1 de junho, que o presidente do conselho de administração da Global Media, Marco Galinha, passou a ter privilégios de administrador nas redes sociais de várias publicações do grupo, Diário de Notícias, Jornal de Notícias, TSF e o O Jogo. Medida criticada pelos conselhos de redação das publicações, considerando que as redes sociais, como o Facebook, Twitter e Instagram, são extensões do trabalho editorial dos jornalistas, logo devem estar fora da alçada da administração.

Partilhe

2 Comments

  1. Ana Madeira

    A SÁBADO filmou e fotografou a recandidata à Junta de Freguesia de Arroios nas suas compras pessoais (sem pagar) ao sábado. Um carro da junta e um fiscal vão buscá-la e levá-la a casa. A Segurança Social reclama-lhe €47 mil e penhorou-lhe salário e casa. Fernando Medina reitera que mantém confiança pessoal e política.

  2. Ana Madeira

    Antigo dirigente das FP-25 é candidato do Bloco de Esquerda a uma junta de freguesia do Barreiro
    Gobern Lopes, ex-dirigente das FP-25, é 7º do BE a freguesia do Barreiro. Condenado por terrorismo, nunca se arrependeu. BE diz que é passado e que “sempre condenou violência política em democracia”.
    22 set 2021, 22:09

Leave a Reply