Cheganos Oficiais, Pedro Frazão, Rui Tavares

Vice Presidente do Chega está contra a intenção do PS/Livre de tornar Lisboa uma cidade livre de sofrimento animal

Pedro dos Santos Frazão publicou parte do Acordo de Coligação entre o Partido Socialista e o Livre para as Eleições Autárquicas de 2021, com o compromisso de aprofundamento e avaliação de vários temas, onde no ponto 3: Tauromaquia e bem-estar animal, o PS e o partido liderado por Rui Tavares se comprometem a trabalhar no sentido de tornar Lisboa uma cidade livre de sofrimento animal. O Vice-Presidente do Chega questiona se Fernando Medina e Rui Tavares ignoram que a Tauromaquia cumpre toda legislação nacional e europeia de bem-estar animal?

PS e Livre, Fernando Medina e Rui Tavares, não sabem escrever um programa ou ignoram que a Tauromaquia cumpre toda legislação nacional e europeia de bem-estar animal?
Ou será uma forma encapotada de afirmarem que, na verdade, o que querem é acabar com a Tauromaquia no Campo Pequeno?
#PorPortugalPelosPortugueses
#Tradições
#CHEGA

Não seria a primeira vez, que as corridas de touros seriam proibidas em Portugal, pois em 1836 foi assinado pelo secretário de Estado dos Negócios do Reino, Passos Manuel, um decreto que as proibia em todo o Reino:

Considerando que as corridas de Touros são um divertimento barbaro, e improprio de Nações civilisadas; e bem assim que semelhantes espectaculos servem unicamente para habituar os homens ao crime, e à ferocidade; e Desejando Eu remover todas as causas que podem impedir, ou retardar o aperfeiçoamento moral da Nação Portuguesa: Hei por bem Decretar, que d’ora em diante fiquem prohibidas em todo o Reino as corridas de Touros.

Apesar de há quase 200 atrás haver quem achasse que as Corridas de Touros eram um “espetáculo” impróprio de Nações civilizadas, esse decreto foi revogado cerca de nove meses depois, em julho de 1837, pelas Cortes Constituintes.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Cigano do Ferrari já respondeu! O Engenheiro não vive do RSI, tem 16 funcionários e não é de Reguengos de Monsaraz

Candidato do Chega a Reguengos de Monsaraz é acusado de não pagar as dívidas e foi atingido a tiro num testículo em 2008

Chega suspendeu por 90 dias o líder do Sindicato Unificado da Polícia “Abandono, desiludido com o André”

Partilhe

Leave a Reply