Ex-Cheganos Oficiais, Sónia Cardoso

Sónia Cardoso ameaça ir para Tribunal? Será uma questão de incompetência ou intencionalidade?

Sónia Cardoso, ex-líder do Chega Vizela reagiu à marcação das Diretas e dos Delegados para o Congresso e questiona se será uma questão de incompetência ou intencionalidade? A candidata “censurada” na imprensa deixa um aviso no inicio do seu comunicado: “O Tribunal Constitucional é o único Tribunal português cujas decisões são definitivas e inapeláveis.”

Caros “Militantes”
O Tribunal Constitucional é o único Tribunal português cujas decisões são definitivas e inapeláveis.
Ontem fomos informados pela atual direção do partido do seguinte:
“As eleições directas realizam-se no dia 06 de Novembro de 2021, sábado, em todos os distritos do País, em local e hora a anunciar.
Também no dia 06 de Novembro, serão eleitos os Delegados do IV Congresso Nacional do Partido CHEGA, nos termos do regulamento eleitoral em vigor.
Todas as candidaturas às eleições directas, deverão ser enviadas para a Mesa Nacional do Partido CHEGA até ao dia 23 de Outubro de 2021”
Aos lermos esta informação da direcção ficamos todos com uma sensação que algo falta. Seria incompetência ou intencionalidade?
Quero acreditar que será feita em breve uma “adenda” informativa das condições de elegibilidade para os candidatos à presidência do partido e a delegados para IV Congresso.
Antecipadamente grata pela vossa atenção, ao vosso dispor,
Sónia Cardoso
Caminhar lado a lado

Será que já existe uma “adenda” e ela foi enviada em anexo, da mesma forma que foi enviada a Resposta ao Tribunal Constitucional?

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Eleições Diretas e dos Delegados para o IV Congresso do Chega marcadas para 6 de Novembro

Censurada na Imprensa? Candidata à Presidência do Chega começou a sua Campanha contra as Perseguições, Seitas e Ditaduras

Toy apresenta queixa contra o Chega por violação de direitos de autor “É chunga!”

Partilhe

Leave a Reply