Ex-Cheganos Oficiais, José Lourenço, Patrícia Branco

Ex-dirigente diz que o IV Congresso não será pacífico e que o Chega está completamente partido no Porto e em Lisboa

Ex-líder do Chega Porto afirma que já há derrotados ainda antes do Congresso se realizar. Para José Lourenço o partido de André Ventura está completamente partido no Porto e em Lisboa e que o IV Congresso será tudo, menos pacífico.
José Lourenço escreveu na sua página:

O CHEGA, tem mais listas a delegados que as listas de espera do SNS. São 36 ou 38 listas! Em certos distritos, correm o risco de a “oposição” ter mais delegados que as distritais. O congresso será tudo, menos pacífico.
Obviamente que nada ficará como antes, haverá legitimidade política pós resultados de muita gente que está sem voz. Claro que o discurso final será sempre de união, de pluralismo, de vitória.
Mas antes do congresso, já há derrotados. No Porto e em Lisboa, o partido está completamente partido. A diferença de delegados eleitos será equilibrada e no Porto há um risco concreto da lista da Distrital ter menos delegados eleitos.

Patrícia Branco, dirigente do Chega Lisboa, comentou na página do ex-dirigente do Porto, que já fez várias acusações a André Ventura:

Está enganado Lourenço. Em Lisboa o partido não está nada partido, passo o pleonasmo. Os resultados o mostrarão.

José Lourenço respondeu:

Patricia Branco sim, completamente enganado. Basta ver a troca de mimos entre si e o Dias!

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Listas do Chega a Delegados por Lisboa trocam acusações e revelam ameaças e aldrabices

Tesoureiro da Distrital do Chega Porto foi acusado de violação mas o processo foi arquivado porque a queixa foi apresentada fora de prazo?

Presidente do Chega Santarém insulta o líder da lista concorrente à do seu filho? Vai fazer queixa dele ao CJN

Leave a Reply