Cheganos Oficiais, Júlio Paixão

Presidente da Distrital do Chega de Portalegre demitiu-se por falta de quórum porque “houve grande debandada”

Júlio Paixão, Presidente da Distrital do Chega de Portalegre que tinha sido o cabeça de lista a deputado pelo partido de André Ventura pelo círculo do Alto Alentejo nas últimas eleições, confirmou à Agência Lusa que demitiu-se e que o principal motivo é não ter quórum, pois “a mesa [comissão política] já não existe, não tenho já vice-presidentes, embora não tenham apresentado a demissão, afastaram-se””.
Júlio Paixão explicou ainda que uma parte dos militantes do Chega em Portalegre afastaram-se das atividades do partido por “falta de tempo” e também devido à contratação para assessora do grupo parlamentar do Chega de Cristina Rodrigues, ex-deputada do PAN: “Houve grande debandada, quer da parte dos meus colaboradores, que estavam comigo, quer de militantes”.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Presidente da Distrital do Chega de Portalegre “demitiu-se” depois de visita sem aviso do deputado Gabriel Mithá

Comissão de Ética do Chega suspendeu a Vice-Presidente de Braga, Presidente da Mesa da Distrital de Portalegre, ex-líder de Matosinhos

Conselho de Ética meteu o Presidente do Conselho Jurisdição do Chega Porto de castigo e este vai avançar com o assunto para as instâncias judiciais

Partilhe

Leave a Reply