Cheganos Oficiais, Manuel Matias

Pai de deputada confrontou jornalista da RTP no Parlamento e profissionais de comunicação social sentem-se incomodados com os assessores do Chega

Manuel Matias deixou de ser assessor parlamentar do Chega porque é pai da deputada Rita Matias, no entanto continua a movimentar-se como assessor do partido de André Ventura no parlamento, e terá provocado também ele um momento de tensão no dia em que o Chega abandonou o hemiciclo.
Segundo o Observador o vogal da direção nacional do Chega questionou um dos jornalistas que estava numa conferência de imprensa, mas a revista Sábado foi mais longe e avança que Manuel Matias “interpelou um jornalista da RTP, questionando-o sobre as suas funções” e aponta que “a conversa subiu de tom”.
Esta atitude pode ser vista como uma forma de intimidação e pode colidir com a liberdade de imprensa, conforme declarações de fonte do gabinete da Secretaria-Geral do Parlamento à publicação:

A nenhum título, jornalistas acreditados na Assembleia da República podem ser questionados, seja por quem for, sobre o modo como exercem a sua atividade profissional, que está protegida pela Constituição e pela Lei.

Segundo a revista o “assessor de imprensa do Chega pediu desculpas ao jornalista pelo incidente”, mas os profissionais de comunicação social que trabalham no Parlamento sentem-se incomodados com a forma como “assessores do Chega circulam por zonas usadas por jornalistas acreditados” e esse assunto deverá ser discutido entre a Associação de Jornalistas Parlamentares e Santos Silva numa próxima reunião.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Imprensa garante que Líder da bancada do Chega ameaçou Assessor do PS “Parto-te a tromba, és um anão” (vídeo)

A “birrinha” do grupo parlamentar do Chega fez com faltassem a 55 votações e que o seu Projeto de Lei tivesse um resultado histórico

Momento de humor no Parlamento: Deputado do Chega chegou atrasado e não sabia que o seu grupo tinha abandonado

Partilhe

Leave a Reply