André Ventura, Cheganos Oficiais, Pedro Frazão

O Deputado Condenado vai seguir o exemplo do seu Líder Condenado e vai para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

Minutos depois de André Ventura ter reagido nas redes sociais, onde preferiu apoiar o seu deputado condenado por mentira provada em tribunal sobre Francisco Louçã, Pedro dos Santos Frazão escreveu na sua página para confirmar que afinal não vai contestar a decisão em Supremo Tribunal, e vai optar por seguir os passos do seu líder, que foi condenado no processo contra a família do Bairro da Jamaica, e vai avançar para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, também chamado Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.
O vice-presidente do Chega apesar de não ter recuperado a conta no Twitter que publicou a mentira, ainda não publicou o texto obrigado por tribunal na sua outra conta no Twitter (O Deputado Banido), e preferiu partilhar o Tweet de André Ventura:

Tudo o que for dito contra Francisco Louçã, o maior hipócrita deste regime, é pouco! Estou incondicionalmente ao lado do vice-presidente Pedro Frazão, e da distrital de Santarém! Este país há-de, um dia, compreender a verdade!

Pedro dos Santos, no Facebook, primeiro respondeu à mesma mensagem que André Ventura escreveu nessa rede social:

Presidente, muito obrigado pelo apoio de sempre e agora público! Este processo é uma verdadeira injustiça não só para comigo, que pouco importo, mas sobretudo para com o Partido e para com o Presidente André Ventura que todos querem atingir.
É incrível que meu tweet tenha sido escrito apenas em novembro de 2021, mas em 6 meses a Justiça portuguesa conseguiu condenar-me na 1a instância e no Tribunal da Relação!
Juntos na luta, por Portugal e pelos Portugueses!

O vereador do Chega em Santarém escreveu depois na sua página no Facebook:

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos analisará o meu receito e esta questão como a jurisprudência obriga. Trata-se de um conflito de direitos. O conflito entre o meu direito à liberdade de expressão e o direito à honra do Francisco Louçã! Em várias decisões anteriores o TEDH sempre concedeu, no âmbito do debate político, uma prevalência esmagadora da primazia da liberdade de expressão, e dispensando a exceptio veritatis (prova da verdade)!
Isto não fica assim! A Justiça Portuguesa há-de ser novamente condenada no TEDH, como já tantas vezes tem sido! Aguardem.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Depois de perder no Supremo o Chega e André Ventura vão avançar para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem

Francisco Louçã já reagiu à confirmação da condenação do vice-presidente do Chega “Um mentiroso condenado pela segunda vez”

Tribunal da Relação de Lisboa confirmou condenação do deputado do Chega

Partilhe

Leave a Reply