André Ventura, Cheganos Oficiais, Jovem Conservador de Direita

Jovem Conservador de Direita responde à critica do autor de um romance erótico André Ventura a Saramago

Jovem Conservador de Direita defendeu ontem José Saramago, único escritor de língua portuguesa laureado com o Prémio Nobel da Literatura, das criticas do autor de um romance erótico, André Ventura.
O líder do Chega escreveu ontem nas suas páginas:

Não compreendo muito bem a homenagem das principais figuras do Estado a José Saramago no Dia Mundial da Língua Portuguesa: foi dos que mais destratou a língua portuguesa e era um comunista confesso. Hoje, provavelmente, escreveria manifestos de apoio à Rússia contra a Ucrânia !

Jovem Conservador de Direita partilhou a mensagem de André Ventura sobre Saramago e escreveu:

O autor do romance “A Última Madrugada do Islão” decidiu fazer crítica literária. Esteve muito bem ao cancelar um escritor por apoiar uma invasão que aconteceu alguns anos depois de ele ter morrido. O Dr. Camões também merece ser cancelado por causa daquilo que escreveria sobre o 11 de Setembro. E o Dr. Eça de Queirós provavelmente estaria a escrever posts sobre a fraudemia, como fazem todas as pessoas que hoje usam monóculo no Observador. Lá porque uma pessoa morre não quer dizer que não possa ser cancelada por posições que teria se ainda estivesse viva. O Dr. Saramago merece ser devidamente punido pelo manifesto de apoio à Rússia que escreveria se não estivesse ocupado noutras actividades.
Depois critica o Dr. Saramago por ter destratado a língua portuguesa. Deve ter sido quando começou a usar “top” como adjectivo. Não quero estar aqui a defender um comunista, mas o Dr. Saramago ganhou um Prémio Nobel. Na área dele é o topo a que se pode chegar. É como chegar a CEO em profissões a sério. Para terem noção, para um escritor ganhar um Prémio Nobel da Literatura é como ganhar o Prémio Deloitte. Não posso tolerar que uma pessoa de direita critique o trabalho de alguém que teve uma boa classificação na avaliação de desempenho da sua área. Posso nunca ter lido nada do Dr. Saramago, mas sei que ele é bom, porque o mercado da literatura o reconheceu, mesmo apesar de ele ser um comunista. O que, por si só é uma demonstração da justiça da mão invisível.
Mas, sinceramente, é pena que o dr. Saramago não esteja vivo para reagir ao facto de o autor de um romance erótico sobre a relação do Dr. Arafat com um médico o ter acusado de escrever mal.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Jovem Conservador de Direita diz que o Cabeça de Geleia foi o vencedor do debate

Jovem Conservador de Direita acha que a Caça às Bruxas pode ser tema no próximo debate entre Rui Rio e André Ventura

Jovem Conservador de Direita comentou o Debate de André Ventura e António Costa

Partilhe

Leave a Reply