Cheganos, Cheganos Oficiais, Fernando Arriscado, José Lourenço, Rui Afonso

José Lourenço acusa Rui Afonso de ser “mentiroso e covarde” e promete publicar conversas comprometedoras do “anormal”

José Lourenço diz que Rui Afonso, Presidente da Distrital do Porto, é “mentiroso e covarde” e promete publicar conversas desse “anormal… a dizer mal da nacional e do secretário geral”. O ex-líder do Chega do Porto ameaça ainda ir à sua procura para o obrigar a dizer a verdade a todos, e faz outras acusações graves: “Rouba o banco onde trabalhas mas não te metas comigo”.

Então o Presidente da Distrital do Porto anda a dizer que algumas pessoas não foram conselheiros porque a nacional tem conversas deles comigo? Esse incompetente, mentiroso e covarde, para além de ser submisso é mentiroso compulsivo. Alguém que diga a esse anormal que já não o estou a ver bem. Que está proibido de usar o meu nome. Hoje mesmo, publicarei conversas desse anormal que nem em casa manda, a dizer mal da nacional e do secretário geral. Nem vergonha teve de se colocar como conselheiro, tendo já o cargo por inerência. Realmente este palerma do Rui Afonso, está a passar dos limites. Não me faças ir à tua procura traidor e a teres de dizer a verdade a todos. Rouba o banco onde trabalhas mas não te metas comigo. Fica lá com as tuas amantes e se voltas a falar no meu nome, coloco aqui mesmo para a metralha ver.

Há dois dias atrás, José Lourenço denunciou na sua página algumas situações relacionadas com as 17 concelhias do Porto:

O princípio de Peter:
Subir na escala hierárquica até chegar ao ponto da incompetência.
Assisti e assisto com os meus próprios olhos e com as minhas retinas como testemunhas. Um homem que é homem, assume, não coloca culpa em terceiros. Isso é ser covarde.
Na política temos de fazer escolhas, nunca ficar em cima do muro, para ver o melhor lado para cair. Nunca tentar agradar a gregos e troianos. Eu não fico em cima de muros, quando caio, volto precisamente para o mesmo lado onde estava.
Tenho 17 Concelhias do Distrito do Porto a enviarem-me mensagens de queixas e de pedidos de socorro. Meus caros, não tenham medo, enfrentem os covardes porque eles não valem nada.
Nunca tinha visto o presidente de uma Concelhia com o melhor resultado do Distrito do Porto ser exonerado, simplesmente porque não gostam dele, Fernando de Arriscado.
Nunca tinha visto, uma distrital impor um membro da própria distrital a uma Concelhia, com ameaça de exoneração do mesmo caso se voltasse a queixar ou a falar comigo, Artur Carvalho. Todos os homens de Santo Tirso que me escrevem no privado, têm medo.
Gaia, a maior Concelhia do Distrito do Porto, teve o seu presidente Alcides Couto, relegado e votado ao ostracismo. Um homem que tanto faz pelo partido.
Na Maia, até o Carlos César, teria vergonha do nepotismo e compadrio. Em Vila do Conde mais do mesmo, homens como Nuno Monteiro, Filipe Maia, Márcio Canelha, que serviram para reconstruir a sede, são descartados em trocas e baldrocas.
Digam sim à meritocracia e não ao amiguismo, clientismo e nepotismo.
Só dei alguns exemplos, mas tenho muitos mais. Para me calarem, só há uma hipótese, eu morrer.

Artigo Relacionado

José Lourenço chama mentiroso ao Presidente de Lisboa do Chega e teme fim do partido no Porto

Partilhe

Leave a Reply