Cheganos Oficiais, Luís Forinho

Coligação “Traquitana” Chega e PS no Entroncamento? Partido de André Ventura ajuda a aprovar medidas e orçamento

No final de setembro, André Ventura afirmava na imprensa que recusava acordos locais com o PS e avisava os seus vereadores que seriam expulsos do partido se aceitassem acordos com os socialistas. O vereador do Chega no Entroncamento, Luís Forinho, que é acusado pelo PSD local de ter feito uma aliança com o PS, votou a favor do orçamento socialista (conforme ata de 29/11/2021 da Câmara Municipal).
O Orçamento de 2022 foi aprovado no final de novembro com os votos a favor do Presidente, o socialista Jorge Manuel Alves de Faria, os vereadores socialistas Ilda Joaquim e Carlos Amaro, e o vereador do Chega, Luís Forinho, enquanto que os 3 vereadores sociais-democratas abstiveram-se.
Denúncia feita no Entroncamento Online, por supostos “Eleitos do PSD na autarquia do Entroncamento”:

O que é certo, é que todas as questões relevantes para a cidade têm sido propostas pelo PS e viabilizadas pelo Chega.
Num cenário onde existem três vereadores do PS (que detém a Presidência), três vereadores do PSD e um do Chega, a simples abstenção deste último viabiliza que o PS governe e aprove, com o voto de qualidade do Presidente, todas as questões essenciais para a Governação do Município. Assim aconteceu com a viabilização de mais um vereador socialista a tempo inteiro e a passagem de todas as delegações de competência possíveis para o Presidente.
Agora, já sem qualquer pudor, o vereador do Chega, assumindo publicamente que não tinha analisado o documento, votou expressamente a favor do Orçamento 2022.
Então PS e Chega têm as mesmas opções estratégicas para a cidade do Entroncamento?
Aguardamos os próximos capítulos deste relacionamento que, não sendo uma geringonça, é sem dúvida uma traquitana.

Diamantino Graça, único vereador eleito pelo Chega na Câmara Municipal do Entroncamento, renunciou ao cargo e confessou que o motivo era por ter acontecido “algo grave”, mas não quis especificar as razões. O ex-ferroviário foi substituído pelo número dois da lista, Luís José da Silva Forinho, ex-Legião Estrangeira.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Único vereador eleito pelo Chega no Entroncamento renunciou por “algo grave”: “Não consigo lidar com a mentira, as ameaças, a coacção”

Vereador do Chega eleito para a Câmara do Entroncamento renunciou ao mandato devido a conflitos internos! Traição?

Chega perdeu o único representante no Bombarral! A deputada tomou posse como Independente depois do partido lhe ter tirado a confiança política

Partilhe

Leave a Reply