Cheganos Oficiais, José Paulo Sousa, Paulo Martins

Cartaz do Chega “ajuda” a detenção de um “bandido” vs Fazem “tudo” para destruir os cartazes do Chega

Os cartazes do Chega já foram notícia por muitos motivos, mas é a primeira vez que um cartaz do chega “ajuda” a detenção de um “bandido”, ou isso, ou então, já fazem “tudo” para destruir os cartazes do Chega!
O facto é que um traficante de droga fugiu durante 25 quilómetros à polícia e despistou-se contra muro, derrubando um cartaz do candidato do Chega à Câmara Municipal de Esposende, o treinador de andebol Paulo Martins.
Segundo a imprensa, um homem de 26 anos foi apanhado a vender droga na via pública, e quando os agentes de uma patrulha da PSP de Viana do Castelo preparavam-se para efetuar a detenção, o suspeito colocou-se em fuga de carro.
Durante a perseguição policial terá feito manobras perigosas, andado em contramão, mas acabou despistando-se contra um muro, destruindo o cartaz.
As más línguas vão dizer que “assustou-se” ao ver um cartaz do Chega que ainda não tinha sido vandalizado.
José Paulo Sousa, o Candidato do Chega à Câmara Municipal de Silves, que foi acusado de abuso de poder em 2011, comentou a situação no Facebook:

É mais premonição.
Se um cartaz do chega permite a detenção de um bandido só pode ser bom augúrio.

Uma coisa é certa, se ainda estiver em vigor a oferta da recompensa de mil euros para quem apanhar os vândalos dos cartazes (poderá já não estar em vigor, pois a mensagem já não está publica), do ex-deputado suíço, candidato do Chega à Freguesia da Misericórdia, em Lisboa, quem apanhou o destruidor deste cartaz, pode solicitar a recompensa.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Cartaz “Cala-te, Facho” aguenta mais tempo em Almada que um cartaz do Chega

Ex-deputado suíço é candidato do Chega a Freguesia de Lisboa e oferece Mil euros para apanharem os vândalos dos cartazes

Candidato do Chega à Câmara Municipal de Silves foi acusado de abuso de poder em 2011

Partilhe

Leave a Reply