Cheganos Oficiais, Fátima Marques Vidigal, Gabriel Mithá Ribeiro

Candidata do Chega à Câmara onde André Ventura teve o melhor resultado apresentou-se muito mal preparada em debate

Hoje saiu na imprensa o documento elaborado pelo Vice-Presidente Gabriel Mithá Ribeiro, onde o Chega partilhou as orientações importantes para a campanha autárquica, e que contém os sete princípios para ter sucesso nas eleições autárquicas, mas ao que parece há candidatos que ainda nem um princípio conseguiram absorver.
Daniel Oliveira, na sua rúbrica na TSF, já tinha falado do desrespeito absoluto que o Chega tinha pelos seus próprios eleitores ao apresentar para o maior concelho português, Nuno Graciano, “um candidato que não conhece o mínimo do cargo a que se candidata e da cidade que quer dirigir”, e questionava-se “imaginem por esse país fora”.
Bom exemplo disso, será Fátima Marques Vidigal, a candidata do Chega à Câmara Municipal de Mourão, o concelho onde André Ventura conseguiu o melhor resultado nas Eleições Presidências de janeiro de 2021 com 34% dos votos, que meteu na sua lista a sua família quase toda (confirmado pela filha), apresentou-se no debate na Rádio Campanário com os candidatos do PS, PSD, CDU, naturalmente nervosa, mas muito mal preparada, pois nem o seu tempo de antena conseguiu utilizar.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Daniel Oliveira diz que o candidato do Chega é um Turista e que não sabe nada de Lisboa “Faça férias cá dentro”

Filha confirma a família quase toda na lista do Chega a Mourão “Apenas nos pôs para ajudar a formar lista”

Líder de Sindicato da Polícia quer que o Chega seja ilegalizado e diz que há quem pague para ser deputado

Partilhe

Leave a Reply