Cheganos Oficiais, Eugénia Santos, Filipe Melo

Vice-presidente do Chega Braga demite-se e desfilia-se! Diz que André Ventura sabe toda a verdade: “não podemos ter fotos ao lado de ban#####”

Eugénia Santos, vice-presidente da Distrital do Chega Braga, revelou na sua página que vai apresentar a sua demissão e desfiliar-se do Chega. A ex-candidata do partido de extrema-direita à presidência da Câmara Municipal de Braga, revela que recebeu documentação relativa ao presidente da Distrital, Filipe Melo, antes das eleições e preocupada com a gravidade, apresentou toda essa documentação a André Ventura, e que agora cabe ao líder do partido mostrar se é ou não anti-sistema.
Eugénia Santos afirma ainda que não fez campanha nas Legislativas em Braga, que tinha como cabeça de lista o único deputado eleito, Filipe Melo, porque “não podemos ter fotos ao lado de ban#####”:

SEMPRE PELA VERDADE!
CALAR? NUNCA!
Após as eleições autárquicas de 2021 demonstrei o meu desagrado ao Presidente da Distrital de Braga, porque ao longo de toda a campanha eleitoral não tivemos qualquer apoio do mesmo.
O Presidente da Distrital insurgiu-se contra mim por eu continuar a dar o meu apoio ao presidente do partido publicamente através da minha página pessoal, dizendo que tudo o que se fazia devia ser com a sua autorização, pois “ainda havia quem mandava.” Mas, eu considero que vivemos em liberdade e como tal não tenho que dar satisfações do que escrevo ou digo a ninguém e, muito menos trabalhar em prol de quem não o quer fazer.
Em meados de Outubro de 2021 apresentei-lhe todo o meu desagrado. Referi a falta de trabalho da Distrital de Braga que sempre se resumiu a fotos, comentários nas redes sociais, convívios com outras distritais e jantares; que não me agradava que algumas das pessoas que trabalharam desde sempre fossem colocadas em segundo plano, preferindo aqueles que contribuíam financeiramente. No final disse-lhe que não tinha qualquer tipo de interesse para o futuro e que não desejava continuar, e deixei à consideração dele quando seria oportuno apresentar a minha demissão para não prejudicar o seu projeto pessoal de ser deputado da nação. Tenho todas as mensagens trocadas com ele e em momento oportuno tornarei públicas.
E não, nunca quis pertencer à lista para deputados, por razões pessoais e profissionais e isso também é referido nas várias mensagens enviadas ao presidente da Distrital e nunca pretendi ser presidente da Distrital de Braga.
Após a entrega das listas de deputados pelo circulo eleitoral de Braga, recebi uns documentos relativamente ao presidente da distrital de Braga.
Preocupada com a gravidade do que me foi entregue, entrei em contacto com o Presidente do partido André Ventura e fui ter com ele a Tomar no dia 11 de Janeiro de 2022 apresentando toda a documentação que tinha em minha posse. Fiz o que achei ser mais correcto pelo partido e pelo futuro do país.
Decidi ausentar-me durante a campanha pois como diz o nosso Presidente “não podemos ter fotos ao lado de ban#####” e o meu bom nome tinha de ser preservado, situação que foi comunicada ao presidente André Ventura no dia da referida reunião!
Depois do comunicado conjunto das concelhias ao qual me associei, a história tinha de ser contada, pois o presidente da Distrital é perito em inventar histórias e romantizar mentiras.
Agora cabe ao presidente André Ventura mostrar se realmente é anti-sistema ou não… Desde o dia 11 de Janeiro que ele sabe toda a verdade.
Independentemente do que aconteça daqui para a frente e como já o referi neste texto não vou continuar a representar esta distrital e apresentarei a minha demissão e procederei à minha desfiliação do partido. Continuarei a defender os ideais propostos pelo Chega, porque foram sempre de encontro aos meus, por uma sociedade mais justa e mais segura.
Saio de consciência tranquila, foi mais uma experiência de vida que como em todas elas levo coisas boas e coisas menos boas.
Obrigada a todos aqueles que das mais diferentes formas demonstraram o seu apoio. Obrigada ao Presidente André Ventura pela oportunidade de representar Braga, a terceira cidade do país e ter tido esta experiência fantástica!
Serei sempre a mesma Jenny, honesta, frontal e com pensamento próprio.
NUNCA abdicarei dos meus valores, dos meus princípios, da minha consciência. Ou somos diferentes ou não!!
Há mais vida além de qualquer partido político. Há pessoas que têm que ser realmente ajudadas, apoiadas e para isso temos é que ter carácter e vontade. Usar as pessoas, a esperança delas para seu próprio bem, não é a minha missão e foi exactamente o contrário que aconteceu em Braga.
SIM, Conseguimos marcar a diferença na cidade de Braga. SIM, Conseguimos mostrar que nos importámos com todos. SIM, Conseguimos ser diferentes.
Obrigada.
“a política sem risco é uma chatice, mas sem ética é uma vergonha!”
#PorPortugalPelosPortugueses

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Concelhias do Chega, vice-presidente, Secretário e Tesoureiro da Distrital demarcaram-se do único deputado eleito por Braga

Deputado do Chega eleito por Braga confirma dívidas de 120 mil euros mas diz que André Ventura sabia de tudo

São vários os Processos que estão a decorrer em Tribunal contra Deputados do Chega

Partilhe

Leave a Reply