Cheganos Oficiais, Maria Vieira

Maria Vieira regressou do 27º castigo do Facebook, defendeu Putin, atacou Sara Barradas e culpou a NATO, ONU, UE e OMS

Já perdemos a conta às vezes que Maria Vieira foi colocada de castigo no Facebook, mas seguramente mais de 27 vezes, tendo em conta as contas da própria, mas o que é certo é que volta sempre à rede social que apelida de FoiceBurka. A deputada do Chega na Assembleia Municipal de Cascais voltou esta semana, depois de ter sido castigada por 30 dias (em 5 de outubro), após 48 horas de “liberdade” no Facebook, após um castigo de 30 dias (em 2 de setembro), e não perdeu tempo.
Maria Vieira diz que vivemos numa ditadura de esquerda, junta-se aos bolsonaristas que enchem as redes sociais de falsas fraudes eleitorais, defende que “Bolsonaro deveria ter acionado o exército assim que o STF soltou o Nove Dedos” (Lula da Silva), diz que a guerra na Ucrânia visa o “colapso das soberanias nacionais, a imposição do multiculturalismo e da Ideologia de Género, a aceitação forçada de conceitos duvidosos como as alterações climáticas e o aquecimento global, a supressão da Liberdade de Expressão e a consequente escravidão dos povos de todo o mundo perante a hegemonia globalista liderada por gente como os Rothschild, Klaus Schwab, George Soros ou Bill Gates e por instituições como a NATO, a ONU, a UE e a OMS” e defendeu o “cristão e nacionalista… difamado e perseguido” Vladimir Putin.
Num ataque pessoal a Sara Barradas, que escreveu uma mensagem no Facebook a festejar a vitória de Lula da Silva, a “influencer” do Chega fez referências à mãe da atriz casada com José Raposo.
Maria Vieira escreveu no dia do seu desbloqueio, 6 de novembro:

Regresso hoje de mais um bloqueio de 30 dias (já é a segunda vez que sou bloqueada 48h depois do bloqueio anterior) e desta última vez aconteceu o impensável: recorri do «castigo» imposto pelos censores, que reconheceram o erro (como se pode ver na foto anexa) mas o bloqueio continuou activo sem qualquer tipo de justificação!
Perante estas acções ultrajantes, que acontecem apenas com os conservadores e com os utilizadores de Direita, alguém ainda duvida de que vivemos actualmente numa ditadura de Esquerda que é fortemente apoiada pelas elites globalistas, capazes de criarem fr@udes sanitárias que abalaram as economias de todo o mundo e fr@udes eleitorais (vide os casos dos EUA em 2020 e mais recentemente do Brasil) assim como de provocarem e financiarem uma guerr@ na Europa que está a ser suportada com o suor e com o sangue dos cidadãos europeus e americanos, uma guerr@ que visa o colapso das soberanias nacionais, a imposição do multiculturalismo e da Ideologia de Género, a aceitação forçada de conceitos duvidosos como as Alter@ções Climátic@s e o Aquecimento Glob@l, a supressão da Liberdade de Expressão e a consequente escravidão dos povos de todo o mundo perante a hegemonia globalista liderada por gente como os Rothschild, Klaus Schwab, George Soros ou Bill Gates e por instituições como a NATO, a ONU, a UE e a OMS.
Basta ver o que aconteceu durante o período eleitoral no Brasil, com a censura exercida sobre os canais de comunicação conservadores, com o apoio massivo dos “media” tradicionais à candidatura do ex-presidiário Lula da Silva, com a inenarrável protecção do Supremo Tribunal Federal e do Supremo Tribunal Eleitoral à candidatura deste último e com as sanções e as prisões decretadas a deputados, jornalistas e apoiantes de Jair Bolsonaro, para termos a certeza de que estamos vivendo um dos períodos mais negros da história da humanidade, um período que exige a resistência, a determinação e a coragem de todos aqueles que amam a Liberdade, aqueles que como eu não se intimidam com os «castigos», com a censura e com o cancelamento social e profissional que vigoram nestes negros tempos manchados de vermelho…
E «prontos»; se entretanto deixarem de ver as minhas publicações nesta página já sabem que fui derrubada mais uma vez só para me levantar de novo e de novo e de novo ainda.
DEUS, PÁTRIA, FAMÍLIA, TRABALHO E LIBERDADE. #CHEGA

Para responder a um seu seguidor, defendeu Putin:

Tem toda a razão, mas o Putin não tem nada a ver com o Partido Comunista. O Putin é um cristão e um nacionalista que defende a soberania da Rússia e os interesses do seu povo. Nesta altura, o Putin é o maior adversário dos globalistas, por isso é que ele é difamado e perseguido como aconteceu com o Trump e com o Bolsonaro e como acontece com todos os líderes conservadores ao redor do mundo. Não acredite nas patranhas que a porcaria das televisões vomitam diariamente sobre o Putin e sobre a Rússia. Abraço.

Ainda Maria Vieira estava de castigo. quando Sara Barradas escreveu na sua página (dia 31 de outubro):

Viva a democracia. Viva a liberdade. Viva a igualdade. Viva a vida.
Abaixo a xenofobia, a homofobia, a misoginia, a criminalidade, a corrupção, as armas, a pobreza vs riqueza, a violência!
Por um país mais justo, com menos ódio, mais amor, mais cuidado. Por um país com mais responsabilidade política, social, cultural e ambiental.
Progresso.
Brasil.
E o Brasil diz-nos respeito a todos, sim. Porque somos todos um.
❤️💚💛❤️💚💛❤️

Maria Vieira respondeu ontem a Sara Barradas, mais de uma semana depois:

A jovem actriz Sara Barradas (mais conhecida por ser a mulher do Zé Raposo) veio festejar nas redes sociais a “vitória” do ex-presidiário Lula da Silva, que foi condenado em três instâncias e por uma dezena de juízes, a 8 anos e 10 meses de prisão por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro e que posteriormente foi solto por um juiz do Supremo Tribunal Federal (Edson Fachin) juiz esse que foi escolhido para ocupar esse cargo por Dilma Roussef, ex-presidente do Brasil e camarada de Lula da Silva no PT, o que acabaria por resultar na inenarrável elegibilidade do ex-presidiário.
Percebe-se bem a celebração da Sara Barradas e a defesa que ela faz de gente condenada à prisão, tendo em conta que a mãe dela também foi condenada a sete anos de prisão efectiva pelo crime de burlas qualificadas a familiares e amigos (entre os quais estariam o próprio marido da actriz e a ex-mulher do mesmo – a falecida actriz Maria João Abreu) mas não contente com essa celebração inusitada, a jovem actriz também resolveu debitar uma série de disparates nessa sua publicação, fazendo referência a várias palavras feias terminadas por «fobia» como se as mesmas se aplicassem ao governo do Presidente Jair Bolsonaro, o que apenas denota o seu medonho desconhecimento da realidade brasileira e a sua propensão para falar sobre aquilo que não sabe!
Em tempos, o Zé Raposo pediu-me para eu aconselhar à Sara uma escola de actores no Rio de Janeiro e eu falei pessoalmente com a Cininha de Paula, que foi a directora e realizadora de duas novelas e de um seriado que eu fiz na TV Globo e que se prontificou de imediato e sem despesas, a receber a Sara na sua escola de actores, mas pelos vistos essa curta estadia da jovem mulher do Zé Raposo no Rio de Janeiro não lhe terá permitido saber como funciona o Brasil e quem são e como são os «actores» políticos do país, caso contrário ela não debitaria as insinuações completamente descabidas e desprovidas de verdade que tenta associar ao governo daquele que ficará na história como o Melhor Presidente que o Brasil conheceu: Jair Messias Bolsonaro.
É caso para dizer: ó «melher» cala-te!😄

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Maria Vieira diz que não é defensora de Putin mas defende-o “de alma e coração”

Maria Vieira regressou do castigo de 2 meses para voltar à Transfobia e pedir a Deus para abençoar Putin

Banida “temporariamente” do Facebook, Maria Vieira estreia-se no Twitter para defender Putin, atacar o “fantoche Zelensky” e a comunidade LGBT+


facebook . com / maria.vieira.750 /posts/pfbid02nq7Mis3zzrcp9gFzSZbShBceq94tCLGkg1wUgn7QMtedUTf1RUADhqWtEvvQGo2Vl
pfbid0nnVQ1Dqa9YQaNU3Z7k7dfuXfvSH2Fd6rzhCrvucanDv4t6h4NtoZMZ1hNQdyM6bXl

Partilhe

Leave a Reply