Carlos Furtado, Cheganos Oficiais

Ex-Líder do Chega dos Açores foi expulso “Ainda não percebi a verdadeira razão do processo”

Carlos Augusto Borges Rodrigues Furtado, primeiro deputado dos Açores pelo Chega, foi expulso do partido, depois de decisão do Conselho de Jurisdição Nacional anunciada hoje.
O ex-líder dos Açores tinha perdido a confiança política do Chega, no dia a seguir a ter dito que não tinha condições para continuar a liderar o partido na região, por estar estar sob uma “grande carga emocional” que tem condicionado o seu trabalho à frente da direção regional.
Em declarações à TSF, o agora independente deputado na Assembleia Legislativa dos Açores, quando soube que tinha sido colocado o processo, afirmou:

Sinceramente, ainda não percebi a verdadeira razão do processo de expulsão. Não ofendi o dr. André Ventura nem nenhum membro da direção. Apenas cumpri aquilo que tinha dito: que queria afastar-me e que não tinha condições para continuar.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Líder do Chega dos Açores demite-se pela segunda vez “Não tenho condições”

Deputado do Chega nos Açores acusa o partido de Lei da Rolha e de serem Ditadores

Deputado do Chega nos Açores acusa Líder do Chega no Açores de “terrorismo psicológico”

Partilhe

Leave a Reply