Cheganos Oficiais, Lucinda Ribeiro

Conselheira Nacional do Chega quer saber para onde vai quando não houver portugueses de verdade em Portugal

No seguimento de um vídeo onde um imigrante à saída de uma Loja do Cidadão festeja a sua permanência em Portugal, Lucinda Ribeiro, Conselheira Nacional Nº 5 do Chega e militante ultra-conservadora, questiona: “Quando já não houver portugueses de verdade, vou para onde?”
Nós até podemos ajudar na resposta, pode ir por exemplo para a França, onde vivem mais de meio milhão de portugueses emigrantes, ou para a Suíça onde há mais de 200 mil de portugueses de verdade, ou EUA onde há mais de 170 mil, … Aliás, o Chega é um partido onde não faltam dirigentes que foram emigrantes, e dirigentes que são imigrantes, no entanto também não falta a política anti-imigração, o que não deixa de ser “estranho”.
Lucinda Ribeiro partilhou o vídeo em baixo e escreveu numa página de uma rede social perto de si:

OS NOVOS PORTUGUESES

Fui mandada embora da estação da Amadora.
Já tive dificuldade em encontrar quem não falasse apenas crioulo na estação Monte Abraão.
Já me senti estranha na minha rua e mudei de casa.
Quando já não houver portugueses de verdade, vou para onde?

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Candidato do Chega ao Fundão foi emigrante mas não quer imigração para não roubarem as nossas mulheres e filhas

André Ventura alvo de protestos à esquerda depois de atacar a imigração: “fascista” e “mentiroso”

Ergue-te acusa o Chega de ser um partido do Sistema, Traidores e Cúmplices e de conviver com quem agride selvaticamente as mulheres

Partilhe

Leave a Reply