André Ventura, Cheganos Oficiais, Manuel Matias

Assessor do Chega diz que a Igreja Católica Portuguesa serve António Costa e Marcelo

Eugénia Quaresma, diretora da Obra Católica Portuguesa de Migrações (OCPM), disse à imprensa que considera que a xenofobia e o racismo no discurso político é uma situação “muito grave” e associou o aumento do discurso xenófobo na política ao crescimento do Chega, o que provocou várias reações do partido de extrema-direita.
André Ventura exige o afastamento da responsável e pediu uma uma audiência ao Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, pois apesar do seu discurso político diz-se “profundamente ofendido”.
Manuel Matias, assessor do Chega e pai da deputada Rita Matias, vai mais longe e afirma que a Igreja Católica Portuguesa serve António Costa e Marcelo.
Manuel Matias escreveu no dia 12 de agosto:

Eugénia Fonseca é minha (des)conhecida, infelizmente depois de ler esta triste e miserável entrevista, revela má consciência pois sabe que o CHEGA não é o que diz e afirma o que sabe que não é verdade.
Sou amigo do Anterior director o padre Rui com quem colaborei em algumas situações, ajudando no ambito das dependências,e sei bem quem é a Eugénia, a jovem da paróquia do Padre Rui que ele levou para trabalhar no secretariado, ela sabe muito bem quem sou, nunca a vi em nenhuma Caminhada pela Vida… conheço bem o trabalho da obra de apoio às pessoas migrantes e até tinha uma opinião favorável, mas nos últimos tempos esta organização às ordens da CEP resolveu ser voz do Bloco de Esquerda e dos partidos da geringonça e fazer política sinistra.
Deixo aqui perguntas que sei que ninguém do Secretariado e da CEP vão responder.
Onde anda a obra de apoio aos migrantes na denúncia das mafias de tráfico humano ?
Onde anda a voz da Eugénia para combater e prevenir a mutilação genital feminina? e a violência doméstica nestas famílias?
Onde anda a voz do Bispo desta área na denucia dos crimes de abusos sexuais sobre mulheres migrantes?
Onde anda a voz da Conferência Episcopal Portuguesa para exigir o respeito pela dignidade humana em todas as circunstâncias e denunciar as pressões exercidas sobre gravidas por parte dos patrões e companheiros?
Alguém desta organização denúncia as condições de trabalho destas pessoas que o estado português permite explorar?
Infelizmente o secretariado das migrações só faz serviços de secretaria não conhece o país real.
A Igreja Católica Portuguesa precisa urgentemente de voltar a servir Cristo e não António Costa e Marcelo.
Como Católico sinto… de todo o tipo de abusos, de todo o tipo de silêncios e de submissão a interesses obscuros.
Vergonha!

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Diretora da Obra Católica Portuguesa de Migrações associa o aumento do discurso xenófobo na política ao crescimento do Chega

Augusto Santos Silva repreendeu André Ventura para defender os imigrantes e o Chega abandonou mais uma vez o Parlamento

Parlamento aplaudiu de pé a interrupção do Presidente da Assembleia da República devido a discurso ofensivo de André Ventura contra a comunidade cigana

Partilhe

Leave a Reply