André Ventura, Cheganos Oficiais

As várias posições de André Ventura sobre o Chega viabilizar um governo de direita

Na sua rúbrica O Bom, O Mau e o Vilão, Miguel Pinheiro, diretor do Observador, atribuiu o Mau a André Ventura devido às várias posições sobre a possibilidade do Chega viabilizar um governo de direita.

O mau é André Ventura. Uma pessoa tenta seguir a posição do líder do Chega sobre alguns temas, mas depois perde-se, não há grande volta a dar. Na sexta-feira, numa entrevista aqui à Rádio Observador, André Ventura jurou que só aceitaria viabilizar um governo de direita se tivesse ministros, e até disse leiam os meus lábios, uma expressão que se conhecermos os seus antecedentes históricos, já não indiciava nada de bom, … deviam contar-lhe o que aconteceu à última pessoa que disse esta expressão.
Numa entrevista ao Expresso, que foi publicada no mesmo dia, já estava com outras ideias: “se o Chega tiver 4% ou 5% não vamos pedir presença no governo. É ridículo!”
Ontem, no debate com João Cotrim de Figueiredo, teve uma terceira posição. Fizeram-lhe diretamente esta pergunta: “Admite viabilizar um governo de direita ficando de fora?” E a resposta foi: “Admitimos tudo, porque a nossa posição não é destrutiva.” Claro que não é destrutiva. Quem fica destruído é quem tenta acompanhar as posições de André Ventura. Se não fica destruido fica zonzo, vamos ver qual será a posição no próximo debate…


Vídeo partilhado pelo Facebook Ventiras, Menturas e Andrébices.
As escolhas de hoje do Bom, o Mau e o Vilão do Observador.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Rui Rio responde a André Ventura com Tweet certeiro “Nada disto se pode levar a sério”

André Ventura já equaciona ser Vacinado depois de ponderar, refletir e recolher informação em “vários estudos internacionais”

Fundadora e líder Negacionista e Evangélica demitiu-se do Chega! André Ventura reagiu: “Saem do partido e falam em Deus”

Partilhe

Leave a Reply