Cheganos Oficiais, Pedro Frazão

Posição religiosa do Chega sobre a Eutanásia provoca contestação na página oficial “Deixem essa opção para quem sofre”

Que o Chega é o partido das contradições não é novidade, prova disso foram as autárquicas com candidatos para todos os gostos, ou mesmo o afastamento da direção do partido da posição Negacionista, o que provocou algumas deserções.
Numa altura em que voltou à Assembleia da República o debate da reapreciação do decreto sobre a eutanásia, o ato intencional de proporcionar a alguém uma morte indolor para aliviar o sofrimento causado por uma doença incurável ou dolorosa, não é consensual nos Cheganos.
Se por um lado, a fação ultra-religiosa é contra a Eutanásia, apoiada pelo líder “católico” André Ventura, há muitos militantes do Chega que têm opinião diferente.
Pedro dos Santos Frazão, vice-presidente do Chega, defendeu num texto publicado na página oficial do Chega que “A EUTANÁSIA MATA, E PROVOCAR A MORTE NÃO É A SOLUÇÃO”, o que provocou várias reações contrárias:

Voto Chega mas sou a favor da Eutanásia. A própria pessoa é que decide e não familiares, Governo, ideologias e dogmas religiosos. Aliás espanta-me bastante que pessoas muito inteligentes ainda se agarrem a preconceitos religiosos, para sustentar uma tese que tem um efeito contrário, ou seja, não é nada democrático impor a nossa vontade a outrem. Ninguém obriga ninguém a praticá-la e só a própria pessoa deve decidir, quando é vitima de um grande sofrimento, após uma análise profunda do caso em concreto.

Discordo plenamente dessa forma com que o partido assume nesta matéria.
Eutanásia é o fim do túnel, não é o início.
Somente após esgotados todo tipo de soluções e cuidados paliativos, ou a pessoa sofre até morrer ou por sua opção ( ou terceiros, caso não seja possivel) , ter a Opção, voltar a dizer , Opção de por termos à
sua vida.
Bárbaro é sofrer até morrer, assim, ainda tem o controlo como quer morrer…

Ai isto é com cada retrógrado… Chega a perder pontos.
Parem de comparar os abortos e a eutanásia, não tem nada a ver uma coisa com outra !! A despenalização do aborto foi aprovada para que as mulheres possam escolher não dar continuidade a uma gravidez indesejada, em segurança. Não vamos andar a parir filhos só porque sim. Claro que quem usa o aborto como forma contraceptiva é que n devia poder fazê-lo.
Agora a eutanásia: perguntem a quem está em estados de saúde lamentáveis, ou quem tem doenças degenerativas, qual é a opinião dessas pessoas ? A opinião das pessoas que estão em determinadas situações de saúde é que importa.

Discordo! A eutanásia é uma escolha de cada um, logo devia ser aprovada. Gostaria de ver quem não concorda, passar 10 ou mais anos acamados, ligados a uma máquina somente à espera do tal dia. É um sofrimento brutal quer para quem espera, quer para quem assiste. Sentir que estamos numa cama para morrer e nada podemos fazer, não é bom para ninguém! Prefiro morrer do que sofrer inconsciente. Deixem essa opção para quem sofre! Façam um referendo!

Discordo completamente.
Bárbaro é sofrer até morrer, bárbaro é nascer e crescer sem condições.
Bárbaro é não dar liberdade às pessoas para que decidam se querem ter uma morte digna e com o mínimo sofrimento possível ou se vão sofrer dores agoniantes e ficar presos a uma cama até ao último suspiro.
Bárbaro é forçar alguém a ser mãe/pai porque, embora existam muitas formas de prevenir, nenhuma delas é 100% segura.

Já chega! Ainda gostei do que tinham para dizer no início, mas vossas são demasiado ATRASADOS, RETRÓGADAS. Uma pessoa em constante sofrimento e sem cura possível para atenuar a doença deve ter o direito de escolher o que fazer com a sua vida. Este partido é só labregos sem qualquer formação.

Neste tema em específico, estou totalmente em desacordo.
Na minha opinião, o direito a morte digna pode ser considerado como derivado do direito à vida digna, tendo em vista que se trata de realizar uma vontade do ser humano de forma natural, humanizada, sem prolongamento do sofrimento e da dor, logo que a pessoa em questão esteja íntegra psicologicamente para decidir , logicamente.

E muitos outros…

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Resumo dos candidatos Autárquicos do Chega: Há para todos os Gostos e está cheio de Contradições

Presidente da Direção do CJN Chega ataca os Negacionistas e o Juiz Fonseca e Castro e já há militantes a ameaçar entregar o cartão

Carlos Natal continua sem respostas de André Ventura a quem acusa de ser o principal responsável da desunião

Partilhe

Leave a Reply