Cheganos Oficiais

Pelo menos metade dos cabeças de lista do Chega vieram do Sistema

André Ventura diz que o partido é anti-Sistema, mas pelo menos metade dos Cabeças de Lista a deputados pelo Chega nas Eleições Legislativas de 2022 vieram do Sistema! Nos 22 círculos eleitorais que estarão a votos no domingo, dia 30 de janeiro, 11 foram deputados, dirigentes, autarcas, militantes, integraram listas ou fizeram campanha pelo PSD, CDS ou PPM, partidos que em tempos formaram a AD – Aliança Democrática.

Cabeças de Lista do Chega às
Eleições Legislativas de 2022
Círculo  Candidatos
Lisboa André Claro Amaral Ventura (ex-dirigente do PSD)
Porto Rui Pedro da Silva Afonso
Braga António Filipe Dias Melo Peixoto (foi militante do CDS)
Setúbal Bruno Miguel de Oliveira Nunes (ex-autarca eleito pelo PPM)
Aveiro Jorge Manuel De Valsassina Galveias Rodrigues
Leiria Gabriel Sérgio Mithá Ribeiro (ex-dirigente do PSD)
Coimbra Paulo Alexandre Ferreira Ralha, (ex-candidato a deputado do Bloco de Esquerda em 2011, ex-militante do PS)
Santarém Pedro Saraiva Gonçalves dos Santos Frazão
Faro Pedro Miguel Soares Pinto (ex-dirigente do CDS)
Viseu João José Rodrigues Tilly (ex-dirigente do PSD)
Viana do Castelo Manuel José Rego Moreira
Madeira Martinho Filipe de Jesus Gouveia
Açores José Eduardo da Cunha Pacheco (ex-dirigente do CDS)
Vila Real Maria Manuela Pereira Tender (ex-deputada do PSD)
Castelo Branco João Filipe Dias Ribeiro
Beja Ana Cristina Véstia Moisão
Bragança  José Júlio Vaz Pires (ex-dirigente do PSD).
Évora Edalberto Tomás Fitas Figueiredo
Guarda José António dos Santos Marques
Portalegre Júlio José Pires Paixão
Europa José Dias Fernandes (Fez campanha pelo CDS)
Fora da Europa João Júlio Janela Batista da Silva

É provável que haja mais cabeças-de-listas com associação a outros partidos mas até ao momento não foi possível essa identificação.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Presidente da Distrital de Beja vai ser cabeça-lista do Chega por Faro “Como se sentem os algarvios, traídos”

Candidato elegível a deputado do Chega foi expulso do CDS e participou em “vários negócios do ex-BES Angola”

Candidato elegível a deputado do Chega por Setúbal é acusado de ter deixando um rasto de dívidas e bens penhorados

Partilhe

Leave a Reply