Carlos Silva Monteiro, Cheganos Oficiais, Luc Ngambo Ngunda Mombito, Lucinda Ribeiro

Fundador e Vice-presidente desfiliou-se do Chega por razões muito fortes “Se o publicasse era grave para o Partido”

Último dia de 2021 foi dia para desfiliações do Chega! Horas antes do Secretário da Distrital de Viana do Castelo, Joaquim Matos, ter comunicado a sua desfiliação do partido, também o Fundador do Chega, Carlos Manuel Silva Monteiro, anunciou o seu afastamento. O “amigo” de André Ventura, militante número 4, que chegou a ser Vice-Presidente do Conselho de Jurisdição do partido de extrema-direita, quando confrontado com os motivos, diz ter razões muito fortes para abandonar o Chega e que se as pulicasses, era grave para o Partido.
Dos vários comentários feitos por militantes do Chega, destaca-se o de Luc Ngambo Ngunda Mombito, Secretário Pessoal de André Ventura:

Acontece.
Seleção natural das coisas.
Nós seguimos.
Obrigado pelas primeiras pedras. 💪🏾
Viva o CHEGA !

O que motivou resposta de Carlos Manuel Silva Monteiro:

Você não tem emenda. É mesmo burro. Fala-me aí de primeiras pedras. Acaso eu fiz algum comentário desprestigioso do Chega ou seu Presidente?

Lucinda Ribeiro, também ela fundadora demissionário, partilhou a foto com Carlos Manuel Silva Monteiro, e escreveu:

EM HONRA DE UM HOMEM DE HONRA
Quero hoje fazer uma homenagem a um homem, que se tornou um amigo que ficará para a vida, mesmo se tivermos alguma discordância.
Há pessoas das quais não abdico, como é o caso do nosso Coronel, como lhe chamamos carinhosamente.
O Carlos é um homem de palavra, de integridade, de verdade, de honestidade. Mas isso implica que, onde não existem essas características não se vai conseguir integrar, tal como o azeite não se mistura com o vinagre.
O Carlos foi o militante número 4 no CHEGA, um fundador que encarnou o sonho ao máximo. Acreditou que podíamos mudar Portugal como eu, que não seria mais do mesmo, que haveria transparência e verdade.
Hoje chegou o dia dele se desfiliar. Não estou contente, como alguns estarão. Estou triste, porque é o abrir de olhos para um embuste de um grande actor (uma vénia porque merece um Óscar) e os seus, sem trabalho e sem carácter, que o rodeiam (salvo poucos que respeito).
Ainda queremos mudar Portugal, mas não se pode combater uma ditadura com outra ditadura, nem a corrupção com corrupção, nem a mentira com mentira.
O Carlos não merecia a forma como o trataram, como o enganaram, as ciladas que lhe montaram, o desrespeito que tiveram para com ele.
Não admito a conversa do “queria tacho”!
É uma vergonha essa conversa!
Só revela ainda mais o embuste: quem não concorda com algo é rato e quer tacho… Os desempregados incompetentes é que são bons. Tão básico que só burros podem acreditar. Sejam felizes!
Tenho vergonha que os tachistas, que não têm onde cair mortos e nunca trabalharam, sejam sequer comparados a um cabelo que resta ao Carlos.
Nem de longe se podem comparar.
Respeito por um Homem. Nem sabem o que isso significa!
RESPECT!

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Secretário da Distrital de Viana do Castelo não esperou por 2022 para terminar a sua ligação ao Chega “Fui a quase todas!!!”

Ex-Vice-Presidente do Conselho de Jurisdição do Chega acusa atual Presidente de ser um “mentirososeco”

Fundador e ex-Vice-presidente do Chega esperava receber uma mensagem de melhoras por parte da Direção

Partilhe

Leave a Reply