Cheganos Oficiais, Rui Afonso

Distrital do Chega no Porto defende-se dos ataques e acusações de tachismo e amiguismo

Distrital do Chega no Porto defende-se dos ataques e acusações de tachismo e amiguismo, e acusa os perfis falsos, os militantes que se encontram suspensos e em vias de serem expulsos definitivamente do partido, e os extremistas e tachistas, que deviam abordar a comissão de ética em vez de lavarem roupa suja no Facebook… “Mas a comissão de ética e o departamento da justiça tem tantos processos que não respondem, já agora em caso da ética podemos ver que só para os casos que lhe interessam”, respondeu um seguidor na mensagem.
No entanto, a Distrital do Chega-Porto, não diz nada sobre os casos denunciados, como por exemplo na Concelhia da Maia, que num grupo de 10 militantes, integra a esposa e dois alunos do Vice-Presidente e quatro funcionários (3 pertencem ao mesmo Infantário) de empresas do Presidente da Concelhia.
A página da Comunicação Distrital do Chega-Porto escreveu na sua página:

Como alguns sabem, a distrital do Porto tem sido alvo de diversos ataques e acusações de tachismo e amiguismo. Mas não passam disso mesmo, de meras acusações sem qualquer fundamento e que em nada contribuem para o crescimento do partido. Mas quem são as pessoas que tanto atacam a distrital do Porto?
Perfis falsos, que têm medo de dar a cara pelo partido e pelos valores que tanto dizem defender;
Militantes que se encontram suspensos e em vias de serem expulsos definitivamente do partido;
Pessoas sem ética e sem moral que em nada contribuem para o crescimento do CHEGA e que pretendem reacender conflitos entre militantes do mesmo partido e que perfilham dos mesmos valores e ideais;
E extremistas e tachistas que se sentem ameaçados e que recorrem ao Facebook para abordar assuntos que deveriam ser resolvidos internamente
Se realmente o que dizem é verdade então porque se escondem atrás de um perfil falso? O que temem? Se o afirmam com convicção então porque não abordam a comissão de ética em vez de lavarem roupa suja no Facebook? Não sejam cobardes, dêem a cara pelo partido e pelos valores do “CHEGA inicial”.
Não existe um CHEGA inicial e um CHEGA atual, existe apenas um CHEGA, que sempre se manteve coerente na defesa dos seus valores e princípios. Um CHEGA conservador, liberal e personalista, assim como mencionado no seu manifesto, não um CHEGA nacionalista, extremista e reaccionário.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Chega critica os Familygates na Política mas tem vários no Partido e na Direção

Partilhe

Leave a Reply