Cheganos Oficiais, Rui Afonso

Comissão Autárquica do Chega diz que as faltas do Deputado do Porto foram justificadas mas não diz porque não se fez substituir

Rui Pedro da Silva Afonso, tem faltado desde o final de março às Sessões Ordinárias da Assembleia Municipal do Porto, onde é membro e não se fez representar em nenhuma das 5 sessões extraordinárias.
A situação fez com que Nuno Afonso, Membro da Direção Nacional, pedisse nas redes sociais que se esclarecesse as ausências, que em nenhum momento o deputado do Bloco de Esquerda, Adriano Campos, disse que eram injustificadas.
A Comissão Autárquica do Chega emitiu um Comunicado na página dos Autarcas do Chega onde afirma que as ausências foram justificadas e aceites pelo presidente da assembleia municipal do Porto, no entanto não esclarecem porque motivo é que Rui Afonso não se fez substituir.
Vários Membros faltaram nas últimas 5 sessões extraordinárias da Assembleia Municipal do Porto, no entanto o deputado do Chega eleito pelo Porto foi o único que nunca se fez representar.
O líder da Distrital do Porto não se fez representar em nenhuma das 5 sessões onde não esteve presente: 14ª (11 de abril – continuação de 28 de março), 15ª (11 de abril), 16ª (28 de abril), 17ª (9 de maio – continuação de 28 de abril) e 18ª (9 de maio).
Mensagem da Página dos Autarcas do Chega:

comunicado :
A Comissão Autárquica Nacional do Partido CHEGA foi hoje confrontada com publicações em redes sociais que apenas visam continuar a campanha de desinformação que tem sido levada a cabo pela extrema-esquerda desde a fundação do CHEGA.
O deputado da República Rui Afonso, também deputado municipal no concelho do Porto, tem tido um papel fundamental e exemplar enquanto membro efectivo da Comissão de Orçamento e Finanças, na Assembleia da República, estando presente em todas as comissões, em todas as audições e sempre muito activo na discussão e na defesa dos nossos valores e princípios.
As acusações vindas a público, que referem que o deputado municipal Rui Afonso faltou às reuniões de Assembleia Municipal sem justificar a sua ausência, são totalmente FALSAS.
Todas as ausências foram justificadas e aceites pelo presidente da assembleia municipal do Porto.
Se os ataques da extrema-esquerda são espectáveis, ataques provenientes de membros do partido CHEGA, que à distância de um e-mail ou telefonema poderiam esclarecer o assunto, são a todo o nível lamentável e só têm um propósito: criar assunto onde não existe, destabilizar e criar vagas de fumo onde não existem nem vão existir!
Não vale tudo!
Comissão Autárquica Nacional

Depois do Comunicado, Nuno Afonso esclareceu na sua página:

Vou deixar uma ajuda, as AM não têm os contactos do 2º,3º ou 4º se estes não tiverem sido eleitos. Compete ao elemento eleito que não poderá estar presente, ou o seu líder de bancada informar da situação e fornecer o contacto do seu substituto (até pode não ser o seguinte, mas aí serão outros os procedimentos como aconteceu em Sintra), funciona assim por todo o país. No meu concelho até tive que ser eu a tratar das substituições dos 5 autarcas que saíram, situação diferente, mas obviamente foi preciso dar os contactos dos elementos seguintes. Os órgãos têm as listas mas não os contactos.
De qualquer forma, se a culpa, segundo um comunicado, é da AM do Porto, vamos questionar essa Assembleia! O Prof. Dr. Sebastião de Azevedo poderá explicar.
Alguma dúvida estou à distância de um telefonema ou email e sempre disposto a ajudar, desde 2018.😊
PS. O escrutínio é saudável e ajuda-nos a melhorar.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Membro da Direção quer que se esclareça as faltas do Deputado do Chega na Assembleia do Porto: “Arriscava-se a perder o mandato”

Deputado do Chega desaparecido do Porto desde Março! Faltou a 4 sessões da Assembleia Municipal e não se fez substituir

Nuno Afonso: O líder da Oposição Interna não se revê nas atitudes do partido “Está com a liderança à deriva”

Partilhe

Leave a Reply