Ana Maria Regala Dias Pinto Blaufuks, Cheganos Oficiais, Diana Vianez, Marcus Santos, Pedro Pinto, Sónia Vieira de Carvalho

Candidata do PAN diz que o Chega deve ter uma cultura mais Medieval o que provocou insultos e insinuações por parte de dirigentes

A Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, liderada pelo social-democrata Aires Pereira, declarou-se em 2019 um concelho “antitouradas”, proibindo corridas de touros ou outros espetáculos “que envolvam violência sobre animais”, uma decisão aprovada por unanimidade, onde se inclui o voto de Diana Vianez, deputada municipal pelo PAN.
A candidata do Partido das Pessoas, dos Animais e da Natureza à Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, técnica superior de informática, participou num debate autárquico no dia 9 de setembro, onde se confrontou com a candidata do Chega, Sónia Vieira de Carvalho (que também é acusada nas redes sociais de ter a família nas listas), e onde disse que o partido de André Ventura é contra a transformação da Praça de Touros num Multiusos porque não tem este tipo de cultura: “deve ter uma cultura mais medieval, se calhar estar ali a torturar homossexuais ou ciganos, se calhar era mais fixe?”
O candidato do Chega a Beja, que foi acusado por parte de uma ex-militante do Chega de Assédio Sexual, partilhou na sua página as fotos de Diana Vianez, duas delas em biquíni, insinuando que a jovem do PAN: “Deu a volta, sabe-se lá como, ao presidente da câmara do PSD para deixar de haver toiros na Praça de Toiros local”. A sua publicação provocou vários insultos por parte de dirigentes e militantes do Chega.

Durante o debate, Diana Vianez, questionada sobre a reconversão da Praça de Touros num Multiusos, disse:

Acho engraçado o Chega dizer que o Multiusos não é necessário, que não há interesse, não há interesse porque o Chega não tem este tipo de cultura, a cultura do Chega deve ser mais medieval, imagino que o Multiusos não vá de encontro ao vosso pensamento, se calhar estar ali a torturar homossexuais ou ciganos, se calhar era mais fixe?

Pedro Pinto, reagiu às afirmações da candidata do PAN, publicou as fotos, e escreveu:

Diana Vianez é deputada municipal do PAN na Póvoa de Varzim. Deu a volta, sabe-se lá como, ao presidente da câmara do PSD para deixar de haver toiros na Praça de Toiros local… Agora, perdeu a cabeça, perdeu os modos, perdeu o tato… Lamentável, tão lamentável como o silêncio dos outros partidos políticos… As suas declarações merecem total repúdio, pela falta de ética e de respeito! Dizer que o CHEGA quer manter as praças de toiros para “torturar homossexuais e ciganos”, não lembra a ninguém! VERGONHA na cara, que é o que não tem!
#ANDRÉVENTURA2021
#autarquicas2021

O que provou insultos por parte de vários dirigentes e militantes do partido de André Ventura.
Marcus Santos, vice-presidente do Chega da Maia (que tem a esposa na concelhia), escreveu:

Essa é verdadeira mulher camarão…
Só se aproveita o corpo…Na cabeça só tem m💩

Carlos Manuel Saraiva Medeiros, ex-deputado suíço, candidato do Chega a freguesia de Lisboa, escreveu:

Ela que mude de dealer !

Ana Regalla Dias-Pinto Blaufuks, que no último congresso foi eleita para o Conselho de Jurisdição (entretanto foi substituída), mãe do Vogal da Direção do Chega, Ricardo Regalla Dias, escreveu numa das fotos:

É atrazada mental. Só pode.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Vice-presidente do Chega não esconde a admiração por matador de touros que foi condenado por matar uma pessoa

Candidata do Chega à Câmara Municipal da Batalha também é apoiante do IRA e contra os maus-tratos a animais “Temos de evoluir”

Militante do Chega acusa Candidato do Chega à Câmara de Beja de Assédio Sexual

Partilhe

Leave a Reply