Ana Moisão, Cheganos Oficiais

Bombeiros de Serpa desmentem o Chega e insuficiência de cooperação com a Autarquia

Ana Moisão, responsável pela Concelhia de Serpa do Chega e a autoproclamada vice-presidente da Distrital de Beja (na página oficial não consta como Vice-Presidente da Distrital alentejana), e candidata do Chega à Câmara Municipal de Serpa, escreveu na sua página de candidatura um extenso comunicado onde coloca em causa as relações entre a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Serpa e a Autarquia.
Em comunicado publicado no Facebook, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Serpa, desmente a insuficiência de cooperação com a Autarquia de Serpa, e com a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

No dia antes, Ana Moisão, candidata do Chega à Câmara Municipal de Serpa, tinha escrito no seu Facebook:

“Nós PAGAMOS para Apagar Fogos!”
Quando ouvi esta frase fiquei completamente desapontada perante os factos, que, posteriormente, foram apresentados.
Como Candidata à Presidência da Câmara de Serpa, realizamos uma visita de cortesia, também já solicitada e efectuada a outras entidades deste Concelho, à Associação dos Bombeiros de Serpa.
Nessa reunião, além de nos apresentarmos, queríamos saber das dificuldades e anseios da Corporação e da Associação. Ficamos contentes por saber que a Associação tem as contas em dia, devido à dedicação, empenho e luta diária por parte de todos os elementos permitindo ao Comando e todo o Corpo Operacional poderem desempenhar a sua Missão.
Tivemos um misto de desapontamento e vergonha por saber, em termos Orçamentais, com o que esta Corporação pode contar.
É de lamentar que sendo os bombeiros a maior força de proteção civil, que em termos operacionais apresentam uma percentagem de 90% em todas as ocorrências a nível nacional, sendo os restantes 10% a cargo de outras entidades (UEPS – Unidade especial de proteção e socorro, FEPC – Força especial de proteção civil, INEM – Instituto nacional de emergência médica) entre outras, não se compreendendo o “ tratamento diferenciado, filho pródigo” por parte dessas entidades em relação a todo o corpo de Bombeiros e a falta de apoios, antes e depois das operações no terreno.
Todos os anos a Associação, integra o dispositivo especial de combate a incêndios, podendo ser ativado para qualquer teatro de operações de Norte a Sul de Portugal, sendo que cada vez que são ativados o governo paga 85 cêntimos por litro de combustível, o que é manifestamente INSUFICIENTE uma vez que todos sabemos o preço exorbitante a que está o mesmo, ficando o restante a ser suportado pela associação. Também as avarias, estas devem passar por orçamentos que ficam a aguardar validação por parte da ANEPC e só depois de aprovados é que podem ordenar o arranjo da viatura, e a ANEPC só durante o tempo do dispositivo se responsabiliza pelo arranjo dos mesmos!
E durante os restantes meses? Não há incêndios e outros serviços de proteção civil?
Em termos de verbas também é importante saber que a Autarquia entrega à Associação, anualmente, um valor de 85.000€ (oitenta e cinco mil euros), para um Orçamento Anual a rondar os 1.2 M€ (um milhão e duzentos mil euros).
Também sabemos dos outros benefícios/apoios que todos os elementos deste Corpo de Bombeiros têm, desde a isenção de parte do IMI, do pagamento da taxa social de água.
👉A corporação, a Associação necessitam de mais para criar melhores condições para todos os elementos que dedicam a sua Vida a uma causa tão nobre, como a aquisição de nova viatura de combate a incêndios florestais, uma para combate urbano e a construção, de uma nova camarata, para mulheres e homens.
Assim coloco a questão, quais são as prioridades do Concelho ?
👉A corporação de Bombeiros tem dificuldades Humanas, onde há falta de elementos, embora exista uma Escolinha de Bombeiros, mas há falta de pessoas que queiram abraçar esta Profissão, e também logísticas.
Associação mantém com a Autarquia conversações permanentes, no sentido de melhorar tanto as condições do Protocolo, mas também outro tipo de apoios, nomeadamente através de candidaturas para a aquisição de viaturas e a construção das camaratas femininas e masculinas, havendo grande receptividade por parte da mesma.
Em resumo, louvo esta Corporação e todos os seus elementos por conseguirem executar a sua Missão com estas condições.
Vou terminar conforme iniciei, é uma VERGONHA e confirma-se que esta Corporação Paga para Apagar Incêndios.
🙌Para a Nossa Candidatura, muita coisa irá ser mudada, a começar pelas prioridades e tratamento das Entidades Associativas, onde a meritocracia, o relatório de desempenho semestral e a excelência na execução irão ser recompensadas em detrimento da incompetência e subsidiodependência.
🙌Os nossos agradecimentos a todos os Bombeiros deste País e contem connosco na defesa dos vossos direitos e garantias, para melhor execução das vossas funções.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Candidato do Chega à Câmara Municipal de Silves foi acusado de abuso de poder em 2011

Florista de Beja revela porque deixou o Chega “Está longe de ser aquilo que grita na Assembleia da Republica” (vídeo)

Nº 2 do Chega a Leiria desiste e ataca os candidatos de Leiria e de Pombal “Tudo Jogo Sujo! Com esta gente estão tramados”

Partilhe

Leave a Reply