Internacionais, Jair Bolsonaro, Lula da Silva

Apoiante de Bolsonaro convoca atiradores para evitar entrega de Diploma de Presidente a Lula da Silva (vídeo)

Quase um mês depois de Lula da Silva ter vencido as eleições para Presidente do Brasil, com mais de 2 milhões de votos, há apoiantes de Bolsonaro que ainda não aceitam o resultado democrático e apelam à intervenção militar para um golpe de estado em frente a quartéis de diversas partes do país.
Segundo o Metrópoles, ontem um manifestante brasileiro defensor do “Deus, Pátria e Família” usou um palco instalado em frente ao Quartel-General do Exército em Brasília para convocar atiradores e camionistas para protestos na capital do país para se insurgirem contra a entrega por parte do Tribunal Superior Eleitoral do diploma de presidente eleito a Luiz Inácio Lula da Silva no dia 19 de dezembro.
O bolsonarista, que se identifica como Milton Baldin, menciona que o vídeo está a ser gravado em 26 de novembro, ontem, e pede para os empresários libertem os seus camionistas durante 15 dias para participarem nos protestos, e convoca os brasileiros que tenham “armas letais” e colecionadores, atiradores desportivos e caçadores para “mostrarem presença”.

PODE QUERER VER TAMBÉM:

Uma semana depois da derrota, Bolsonaristas atacaram a Polícia a tiro e à pedrada (vídeo)

Negacionistas dos votos já chegaram a Portugal e há quem acredite que o Chega e o IL foram “roubados horrivelmente”

Lula da Silva voltou a vencer Jair Bolsonaro de uma forma expressiva em Lisboa, Porto e Faro

Partilhe

Leave a Reply